Buscar no Cruzeiro

Buscar

Copa América

Argentina confia em Messi contra Colômbia

06 de Julho de 2021 às 00:01
Estadão Conteúdo
Messi vem fazendo o que dele se espera na Copa América.
Messi vem fazendo o que dele se espera na Copa América. (Crédito: NELSON ALMEIDA / AFP)

Argentina e Colômbia definem quem será o último finalista da Copa América hoje, às 22h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Os argentinos confiam no talento do astro Lionel Messi, que tem jogado o que se espera dele na seleção, ao passo que é o artilheiro e o atleta com mais assistências na competição. O camisa 10 tentará passar pelo experiente goleiro Ospina, um dos destaques dos colombianos.

Pela Copa América, foram 14 encontros entre as duas seleções, dos quais a “Albiceleste” ganhou sete, a Colômbia venceu três e houve quatro empates. Será a terceira semifinal do torneio em que as equipes vão se encontrar. Nas outras duas, a Argentina levou a melhor.

Liderada por Messi, a Argentina busca alcançar a primeira final da Copa América em solo brasileiro e, sobretudo, encerrar jejum de títulos que já dura 28 anos. A seleção não levanta uma taça desde 1993, quando conquistou a Copa América naquele ano.

A Colômbia, em sua oitava semifinal, tentará chegar à primeira final da competição em terreno neutro: foi eliminada em seis semifinais anteriores. Só alcançou a final tendo disputado pelo menos uma partida em casa (1975 e 2001).

Ainda com o futuro indefinido e sem contrato com o Barcelona, Messi brilhou nas quartas de final diante do Equador e conduziu a equipe à vitória por 3 a 0 ao marcar um gol e dar duas assistências. Muito cobrado quando joga com a camisa argentina, a qual vestiu 149 vezes até o momento, o craque de 34 anos tem feito a diferença.

Já Ospina, com 112 presenças na seleção de seu país, salvou duas penalidades na definição da vagas às semifinais contra o Uruguai. A defesa é um dos pontos fortes da Colômbia, que busca melhorar sua produção ofensiva, visto que anotou somente três gols até aqui, apesar de ter bons atacantes. Dentre Duván Zapata, Luis Muriel, Rafael Santos Borré e Miguel Borja, apenas este último, que tem contrato com o Palmeiras, balançou as redes na Copa América. (Estadão Conteúdo)