Buscar no Cruzeiro

Buscar

Copa do Brasil

Estreia com reservas

São Paulo põe suplentes contra o 4 de Julho, pela Copa do Brasil

01 de Junho de 2021 às 00:01
Da Redação com Estadão Conteúdo
Vitor Bueno será titular no ataque, ao lado do equatoriano Rojas.
Vitor Bueno será titular no ataque, ao lado do equatoriano Rojas. (Crédito: RUBENS CHIRI / SAOPAULOFC.NET (26/2/2021))

Depois de usar os titulares na conquista do Campeonato Paulista, encerrando jejum de nove anos, e na abertura do Brasileirão, o São Paulo deve ir com os reservas na estreia na Copa do Brasil, hoje (1º), diante do 4 de Julho, no Piauí, às 21h30. A volta do confronto, válido pela terceira fase, será no dia 8 de junho, semana que vem, no Morumbi.

Além de buscar o título inédito no torneio no qual foi semifinalista no ano passado e que nunca venceu, o São Paulo também corre atrás de uma premiação significativa, um dos grandes diferenciais do torneio. Caso avance, o time já garante R$ 4,4 milhões, R$ 1,7 milhão da terceira fase e mais R$ 2,7 milhões das oitavas de final. O título, por sua vez, renderia R$ 71,15 milhões.

Os reservas atuaram nos últimos três jogos da fase de grupos da Libertadores -- a equipe terminou em segundo lugar, atrás do Racing. “Nós pensamos jogo a jogo. Sabemos a importância da Copa do Brasil e sabemos a importância do Brasileirão. Queremos ser protagonistas, competitivos como mostramos até aqui. A ideia é continuar assim”, afirmou o técnico Hernán Crespo após o empate com o Fluminense na estreia no Brasileirão.

O volante Liziero vai defender o time olímpico em dois amistosos em Belgrado, na Sérvia, nos dias 5 e 8 de junho, no último período preparatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Isso abre espaço para Rodrigo Nestor, que vem sendo escalado com frequência pelo técnico Crespo. Arboleda segue fora, afastado, depois de ter sido flagrado pela Polícia Civil em uma festa clandestina.

Atual campeão piauiense, 4 de Julho de Piripiri carrega a data de emancipação política da cidade onde foi criado, distante 170 quilômetros da capital Teresina. O time chega de forma inédita à terceira fase da Copa do Brasil depois de eliminar Confiança e Cuiabá. O orçamento é modesto, com folha salarial de R$ 140 mil. Só na Copa do Brasil, o 4 de Julho já recebeu R$ 2,93 milhões.

O zagueiro Caio César Lima, autor do gol que classificou o time para a segunda fase do torneio, ganhou visibilidade nacional por causa de sua dupla vida profissional. Ele também é fisioterapeuta e trabalhou por seis meses na linha de frente do combate à pandemia em Tianguá (CE). (Da Redação, com informações de Estadão Conteúdo)

4 DE JULHO x SÃO PAULO

4 de Julho - Jailson, André Victor, Gilmar Bahia, Caio e Chico Bala; Vitor Recife, Rômulo e Hiltinho; Pica Pau, Esquerdinha e Etinho (Dudu Beberibe). Técnico: Fernando Tonet

São Paulo - Lucas Perri (Tiago Volpi), Diego Costa, Rodrigo Freitas e Bruno Alves (Beraldo); Orejuela, Rodrigo Nestor, Shaylon, Talles Costa e Welington; Rojas e Vitor Bueno. Técnico: Hernán Crespo

Árbitro - Zandick Gondim Alves Junior (RN)

Horário - 21h30

Local - Estádio Albertão, em Teresina