Buscar no Cruzeiro

Buscar

Paulistão

Mancini x Crespo: fases opostas

01 de Maio de 2021 às 00:01
Estadão Conteúdo
Crespo, técnico do São Paulo.
Crespo, técnico do São Paulo. (Crédito: Divulgação / SPFC (27/2/2021))

A derrota do Corinthians para o Peñarol, anteontem, na Neo Química Arena, e o risco de ficar fora da Copa Sul-Americana complicaram a situação do técnico Vagner Mancini no Corinthians e põem pimenta no clássico de amanhã contra o São Paulo. Nem mesmo a classificação encaminhada para as quartas de final do Campeonato Paulista parece amenizar a pressão imposta por parte da torcida.

Ele encara a situação como natural no futebol e minimiza as reclamações. “Pressão a gente vive todo dia e no futebol todos os jogos são decisivos. Sabemos o que estamos fazendo. Fomos superiores e a derrota veio em cima de dois erros”, declarou, depois do jogo contra os uruguaios.

Os números mostram que o time não consegue decolar. Sob a batuta de Mancini, foram 18 jogos com oito vitórias, cinco empates e cinco derrotas -- aproveitamento de 53,7%. Um mau resultado diante do São Paulo pode aumentar as tensões e estragar o ambiente para o jogo de quinta-feira, contra o Sport Huancayo, fora de casa, na Sul-Americana.

Depois da oitava vitória consecutiva na temporada, contra o Rentistas, por 2 a 0, quinta-feira à noite, no Morumbi, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o São Paulo voltou a treinar ontem (30) para encarar o Corinthians amanhã. A boa sequência não deslumbra o técnico Hernán Crespo, que pede serenidade para enfrentar os obstáculos maiores.

“Trabalho seriamente para poder garantir certa sequência de resultados. Nem sempre acontece, mas está acontecendo. Estamos muito felizes por isso, mas continuamos com os pés no chão, com muita tranquilidade. Sabemos que chegarão momentos mais duros, mas estamos preparados”, disse o treinador são-paulino.

Ele destacou, ainda, a colaboração diária dos jogadores nos treinamentos para que suas ideias possam dar certo durante os jogos. “Parece fácil, mas não é fácil (risos). Eu estou muito feliz aqui, muito feliz com a predisposição dos atletas. E tudo volta mais fácil assim. A gente trabalha para conseguir esse tipo de resultados. Nem sempre acontece, mas neste momento está acontecendo. É muito gratificante para todos.”

Majestoso será às 22h15

O clássico envolvendo Corinthians e São Paulo, amanhã (2), pelo Paulistão, na Neo Química Arena, teve o horário marcado pela Federação Paulista de Futebol para 22h15. Isso frustrou o desejo da Rede Globo, que pretendia transmitir o Majestoso às 16h, mas esbarrava em autorização do governo de São Paulo para antecipar a partida. Pelo acordo feito para a retomada do campeonato, que envolveu o Ministério Público, os jogos só poderiam ser realizados após as 20h, quando entra em vigor o toque de recolher no Estado.

Apesar da flexibilização do plano de emergência de combate à Covid-19 e a extensão do horário de várias atividades, a realização do clássico à tarde não foi autorizada. (Estadão Conteúdo)