Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Maratona de partidas preocupa o Santos

26 de Setembro de 2020

Maratona de partidas preocupa o Santos Marinho marcou gol contra o Delfín, no Equador. Crédito da foto: Ivan Storti / Santos FC (24/9/2020)

A sequência de jogos e viagens do Santos por conta dos calendários do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores tem causado dores de cabeça no técnico Cuca. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Delfín, na noite de quinta-feira (24), no Equador, com gols de Marinho e Jean Mota, o treinador admitiu a dificuldade de ter um plantel reduzido.

“Temos nova viagem para (jogo contra) o Olímpia (no Paraguai). Depois nova viagem para o Goiás e o clássico contra o Corinthians. Difícil manter alto nível assim, com jogos domingo e quarta. Todo mundo acusa”, disse Cuca, em entrevista coletiva virtual após a partida. O resultado deixou o time perto da vaga nas oitavas de final da Libertadores.

A partir do final de outubro, o Santos terá uma terceira competição pela frente: a fase de oitavas de final da Copa do Brasil. (Estadão Conteúdo)

DELFÍN 1 X 2 SANTOS

Delfín - Dennis Corozo; Jonathan González (Cifuentes), Cangá, Carlos Rodríguez e Nazareno; Vélez, Ortiz, Villalva (Rojas) e Janner Corozo; Valencia (Benítez) e Garcês. Técnico: Miguel Zahzú

Santos - João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo (Alex), Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Arthur Gomes (Raniel); Marinho, Kaio Jorge (Jean Mota) e Soteldo. Técnico: Cuca

Gol - Marinho aos 17 minutos do primeiro tempo. Rojas aos 29 e Jean Mota aos 36 minutos

Árbitro - Kevin Ortega (PER)

Cartões amarelos - Valência, Canga, Lucas Veríssimo, Pará, Marinho, Nazareno e Luan Peres

Cartão vermelho - Carlos Rodríguez

Local - Estádio Jocay, em Manta, Equador