Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Magnus vence mais uma e fará final da Supercopa no domingo

26 de Fevereiro de 2021
Marina Bufon [email protected]

Elenco do Magnus comemorando um dos gols na vitória por 7 a 3 sobre o Minas. Crédito da foto: Divulgação/Magnus,

O Magnus venceu a segunda partida da Supercopa nesta sexta-feira (26), na Arena Sorocaba, desta vez contra o Minas Tênis Clube, pelo elástico placar de 7 a 3, e está na final da competição, a ser disputada no domingo (28).

O primeiro tempo foi extremamente quente, com cinco gols marcados, parcial de 3 a 2 para os sorocabanos. Já na etapa final, o Magnus marcou três e sacramentou a vitória.

Este foi o segundo jogo da Supercopa Magnus de Futsal, que dará a oportunidade de o clube vencedor disputar, contra o Corinthians, uma vaga para a próxima Libertadores, em maio, em Montevidéu, no Uruguai.

A final será no domingo (28), às 11h, entre o Magnus e o vencedor do confronto entre Minas e Dois Vizinhos, que acontece neste sábado, também às 11h. Vale lembrar que a competição é composta pelo campeão da Liga Nacional (Magnus), Copa do Brasil (Dois Vizinhos) e Taça Brasil (Minas).

O jogo

Primeiro tempo

Em pouco tempo o Magnus mostrou a que veio. Após intensa troca de passes tentando a infiltração, Danilo Baron aproveitou rebote e estufou as redes adversárias com pouco menos de três minutos de bola rolando.

Pouco depois, em nova troca envolvente de passes com Leandro Lino, Charuto ampliou o marcador, mostrando certa facilidade do time da casa em chegar, diferentemente da partida contra o Dois Vizinhos.

Na sequência, Djony realizou bela defesa, mas o Minas chegou ao tento com chute forte de Ferro, no ângulo. Tudo isso com apenas cinco minutos de jogo. O empate veio em belo gol de cobertura de Leozinho sobre o arqueiro do Magnus, que estava bem adiantado após trocar passes no meio de campo.

A partida ficou quente e mais disputada ainda, com tensão até nos bancos de reservas. Sinoê apareceu na hora certa e conseguiu deixar o seu, com classe, aumentando para três gols sua marca na competição até aqui.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o clima era o mesmo. Tentando tirar de cabeça, Pedrinho acabou colocando a bola nos fundos das redes de Djony, deixando tudo igual ainda no começo.

O camisa 9 Renato recebeu o vermelho após falta em Rodrigo e reclamação. Pouco depois, Pedrinho recebeu na entrada da área e marcou. O Magnus seguiu mais objetivo e mandou o quinto pro fundo das redes, com Lucas Gomes.

O troco da cobertura veio com Leandro Lino, que viu o goleiro adiantado e não pensou duas vezes, do outro lado do campo. Já no finalzinho, pênalti em cima de Leozinho, convertido pelo capitão Rodrigo, para sacramentar o triunfo.