Esporte Magnus Futsal

Magnus Futsal mira título da Liga Nacional

A temporada de 2020 do Magnus começará com dois amistosos na Arena Sorocaba
Ricardinho: prioridade é trazer a taça para Sorocaba. Crédito da foto: Emídio Marques (21/1/2020)

 

A Liga Nacional de Futsal (LNF) é o principal desafio do Magnus Futsal na temporada 2020. A conquista do título, que não vem para Sorocaba desde 2014, é primordial para o projeto do clube. Em 2018, a equipe sorocabana ficou com a terceira colocação. No ano passado, a derrota na final para o Pato Futsal deixou Sorocaba com o vice-campeonato.

“Aquela derrota ainda machuca muito. É a última imagem do nosso time no ano passado, uma derrota muito dolorida até hoje. Temos que tirar muitas lições daquele jogo. Vamos com tudo. Ficamos em terceiro e depois segundo, agora é hora de beliscar o primeiro. Foco total na Liga Nacional. Temos o Mundial também, mas a Liga tá ali, tá no ‘cheiro’, precisamos dela”, falou o capitão Rodrigo.

E o pensamento não é só dos jogadores, mas da comissão técnica, da direção e do patrocinador. O técnico Ricardinho alerta para a alto nível da competição, mas ressalta também o ótimo trabalho realizado nos últimos anos. Iniciando a terceira temporada na equipe, ele demonstra orgulho pelo trabalho desempenhado à frente do Magnus.

Leia mais  Sorocaba tem mais seis casos de novo coronavírus; total vai a 429

“A Liga Nacional tem dez equipes que podem chegar na final. Eu tô muito feliz de em dois anos ter um terceiro e um vice. Não é fácil. Tem treinadores que demoraram a vida inteira para ganhar um título. Quem sabe, esse ano a gente possa, com muito trabalho melhorar, e, quem sabe, trazer esse título de volta para Sorocaba”, analisou.

A temporada de 2020 do Magnus começará com dois amistosos na Arena Sorocaba. O time irá enfrentar o River Plate, da Argentina, nos dias 6 e 8 de março. Ao longo do ano, disputará o Campeonato Paulista, a Liga Nacional e o Mundial de Clube. E também seguirá representando Sorocaba nos jogos Regionais e Abertos, que acontecerão na cidade. (Zeca Cardoso)

Comentários