Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

LNF 2020 começa com dois jogos

22 de Agosto de 2020

LNF 2020 começa hoje com dois jogos Ainda sem data para estrear, Magnus continua treinando em Votorantim. Crédito da foto: Divulgação / Magnus Futsal

A Liga Nacional de Futsal (LNF) começa hoje (22) com a partida do atual campeão Pato Futsal contra o Campo Mourão, às 19h, em Campo Mourão. Amanhã (23), o Atlântico encara o Marreco, em Erechim, no Rio Grande do Sul. As duas partidas foram as únicas confirmadas pelos organizadores. O Magnus Futsal enfrenta o Corinthians em sua primeira partida, mas ainda não há data prevista. Conforme o departamento de comunicação da LNF, os outros jogos serão marcados de acordo com as liberações e confirmações do departamento técnico.

O Governo do Estado de São Paulo liberou competições em cidades que estejam na fase amarela do Plano São Paulo, que é o caso das sedes de sorocabanos e corintianos. O protocolo da LNF também já foi aprovado pelo secretário estadual de esporte, Aildo Ferreira.

“O Centro de Contingência do coronavírus analisou e aprovou o protocolo conjunto das modalidades esportivas coletivas com contato físico em quadras, bem como o protocolo da Liga Nacional de Futsal para a realização da competição LNF 2020”, diz a nota.

Ainda sem saber quando estreará na Liga, o time sorocabano segue com os treinamentos, que foram retomados no dia 10 de agosto. A nova casa temporária do Magnus será o Ginásio Altos de Votorantim, já que a Arena Sorocaba segue como hospital de campanha.

Mudança de formato

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a LNF terá um novo formato de disputa. Serão 21 equipes divididas em três grupos de sete clubes, que se enfrentam em turno e returno. As cinco melhores de cada chave e o sexto melhor colocado avançam ao mata-mata.

O Magnus está no Grupo A, ao lado de Brasília, Corinthians, Intelli, Minas, Praia Clube e São José. No Grupo B, estão Carlos Barbosa, Atlântico, Blumenau, Cascavel, Foz Joinville e Marreco. No Grupo C: Assoeva, Campo Mourão, Jaraguá, Joaçaba, Pato, Tubarão e Umuarama. (Zeca Cardoso)