Esporte

Itapetininga faz história e está nas semifinais da Superliga masculina de vôlei

Com apenas quatro anos de existência, time enfrentará o Minas nas semifinais
O Itapetininga venceu o Sada Cruzeiro por 3 a 2, de virada, e está nas semifinais da Superliga 2020/2021. Crédito da foto: Agência i7/Sada Cruzeiro.

O Itapetininga fez história nesta quarta-feira (17) ao bater o multicampeão Sada Cruzeiro (MG) e avançar para a semifinal da Superliga masculina de vôlei 2020/2021, de virada, por 3 sets a 2. Com apenas quatro anos de existência (três na elite), a equipe paulista fez 2 a 0 na série melhor de três pelas quartas de final e agora vai encarar o Minas nas inéditas semifinais.

“Sempre acreditamos que o projeto e o time fariam história dada a experiência dos gestores e da comissão técnica. Um dia o time chegaria na ponta pelo trabalho desenvolvido entre os envolvidos. Obviamente bater o Sada Cruzeiro foi um feito histórico, o que nos motiva a chegar na final da Superliga”, disse Osmar Thibes Jr., presidente do clube.

A ideia do projeto nasceu no ano de 2014, quando ele foi procurado por Rodrigo Moraes “Canhoto”, ex-atleta profissional e itapetiningano. Na época, Osmar era Secretário de Esporte da cidade e recebeu o aval do então prefeito, Luis Di Fiori, para dar andamento e execução.

Leia mais  Luisa Stefani alcança melhor lugar entre brasileiras no raking da WTA

“O Vôlei Itapetininga foi lançado em novembro de 2016 e contou com a presença do campeão olímpico e patrono André Nascimento. O time iniciou oficialmente sua jornada na temporada de 2017, obtendo apoio da nova gestão municipal que se iniciava naquele período”.

Lançamento do Vôlei Itapetininga, em 2016. Da esquerda para a direita: André Nascimento, Osmar Thibes Jr. e Rodrigo Canhoto. Crédito da foto: Arquivo Pessoal.

Entre 2017 e abril de 2020, Osmar Thibes Jr. estava em Sorocaba, quando foi Secretário de Recursos Humanos e, depois, foi diretor da Secretaria de Educação. Em junho do ano passado, assumiu a presidência do Vôlei Itapetininga e, entre os feitos, está a inédita semifinal que será disputada contra o Minas, em nova série de jogos.

“Sonhos se tornam realidade. Até aqui estamos entre os quatro melhores times do país. A expectativa é grande. O título inédito nesta temporada não é impossível, mas todos estão de parabéns! Tenho certeza que a equipe está honrando o nome de Itapetininga, bem como da Região Metropolitana de Sorocaba”, finalizou o presidente.

Além de Minas e Itapetininga, o Vôlei Renata, de Campinas, também está classificado. Para chegar até a semifinal da Superliga, o Vôlei Itapê ficou em oitavo na classificação geral e, portanto, enfrentou o Sada Cruzeiro, primeiro, nas quartas, quando venceu as duas partidas, a primeira por 3 a 0 e a segunda, de virada, por 3 a 2, ambas em Minas Gerais por conta das restrições em São Paulo. (Marina Bufon)

Comentários