Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Hernán Crespo vira opção no São Paulo

09 de Fevereiro de 2021

Hernán Crespo vira opção no São Paulo Argentino conquistou a Sul-Americana com o Defensa y Justicia. Crédito da foto: Juan Mabromata / AFP

Na lista de treinadores que foram entrevistados pelo São Paulo para substituir Fernando Diniz, Hernán Crespo admitiu ontem (8) que, além do clube do Morumbi, conversou com Santos e seleção do Chile. Campeão da Copa Sul-Americana, o argentino anunciou sua saída do Defensa Y Justicia no último domingo e, por enquanto, não tomou uma decisão.

“Não assinei com ninguém nem troco o Defensa por outra situação. Pareceu correto analisar e liberar o Defensa porque não era saudável nem para os dirigentes nem para os jogadores que isso esteja por trás constantemente”, afirmou Crespo, em entrevista à TyC Sports. “Falei com Santos, com São Paulo e com a seleção do Chile, mas não decidi absolutamente nada”, completou o treinador de 45 anos.

A diretoria do Santos ficou assustada com o desejo salarial do ex-atacante. No São Paulo, o nome ganhou força por se encaixar no teto estabelecido pelo presidente Julio Casares. Miguel Ángel Ramírez e Pedro Martins são os outros nomes mais comentados no Morumbi.

“Foi um ano de muito esforço, compromisso e paixão para tentar levar adiante nossa proposta de jogo”, escreveu Crespo em sua conta oficial no Instagram. “O Defensa y Justicia estará no meu coração e no de minha família para sempre.” O presidente do clube argentino, José Lemme, chegou a afirmar à imprensa local que o treinador “confirmou” à diretoria “que vai para o São Paulo”.

Crespo iniciou sua carreira de técnico no Modena, da Itália, e depois passou pelo Banfield antes de chegar ao Defensa, duas equipes nas quais mostrou uma ideia de jogo vistosa e ofensiva. Como atacante, atuou por River Plate, Parma, Lazio, Inter de Milão, Genoa, Milan e Chelsea e disputou as Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006 com a seleção argentina. (Da Redação, com informações de Agência Brasil e Estadão Conteúdo)