Esporte

GP da Austrália pode ser adiado

Caso ocorra a mudança de data do GP da Austrália, a abertura do campeonato poderá ser no Bahrein, em 28 de março

A pandemia do novo coronavírus pode adiar o GP da Austrália, o primeiro da temporada, previsto para 21 de março, para o segundo semestre. No ano passado, a corrida no circuito de Albert Park, em Melbourne, foi cancelada pelo mesmo motivo.

Funcionários do governo australiano estão envolvidos em negociações com os organizadores da Fórmula 1 para a realização da etapa e, conforme Lisa Neville, ministra de serviços de emergência do estado de Victoria, até o momento “não houve decisão de cancelar, mover ou qualquer outra referente ao Grande Prêmio da Austrália”.

O estado é grande apoiador do GP da Austrália, que teve de ser cancelado em 2020 apenas dois dias antes da primeira corrida da temporada por causa da pandemia. Pilotos e equipes estiveram em Melbourne em março passado e estavam a horas do início da primeira sessão de treinos oficiais quando os organizadores cancelaram o GP, com milhares de fãs fazendo fila fora do circuito. Um membro da equipe McLaren testou positivo para o coronavírus.

Leia mais  Verdão põe titulares nesta segunda (18); Timão mexe

Caso ocorra a mudança de data do GP da Austrália, a abertura do campeonato poderá ser no Bahrein, em 28 de março.

As restrições de viagem para a Austrália indicam que qualquer pessoa que entrar no país deva ficar 14 dias em quarentena, tornando difícil para as equipes de F1 se prepararem para o evento. O Aberto da Austrália de tênis, outro importante evento do país neste início de ano, está definido para ter início em 8 de fevereiro, com a chegada dos atletas prevista para duas semanas antes.

A F1 completou uma curta temporada de 17 corridas em 2020, principalmente na Europa e no Oriente Médio, com Lewis Hamilton ganhando o sétimo título de pilotos. (Estadão Conteúdo)

 

Comentários