Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Gilmar Fubá, campeão mundial pelo Corinthians, morre aos 45 anos

15 de Março de 2021

Gilmar Fubá no jogo de inauguração da Neo Química Arena, em 2014. Crédito da foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Dia triste para o torcedor corintiano. Gilmar Fubá, um dos jogadores mais identificados com o clube, faleceu nesta segunda-feira (15), aos 45 anos, vítima de um câncer. Ele realizava tratamento contra um mieloma múltiplo, na medula óssea, desde 2016.

"O Corinthians se une aos parentes, amigos e fãs do atleta neste momento de muita dor pela perda precoce de Gilmar Fubá, que sem dúvida será lembrado pelo seu bom humor e pelos títulos conquistados no Timão. Sem dúvida, deixará saudades", diz parte do texto que o clube publicou em suas redes sociais e no site oficial.

Gilmar Fubá, que ganhou esse nome por ter recebido mamadeira de fubá por falta de leite na infância, descobriu a doença após sofrer uma pneumonia. Caroços estavam aparecendo em seu corpo e, na biópsia, um câncer acabou diagnosticado já em estágio avançado. Ele estava internado no hospital São Luiz, em São Paulo.

Gilmar de Lima Nascimento foi revelado na base do Corinthians, tendo subido ao profissional em 1996. No ano seguinte, conquistou o Campeonato Paulista e, em 98, fez parte da equipe campeã do Campeonato Brasileiro.

No total, foram 131 jogos e quatro gols marcados pelo Timão, além das conquistas do Brasileirão de 1999 e do Mundial de Clubes da Fifa em 2000. Depois do Alvinegro, defendeu Fluminense, Schalke 04, da Alemanha, Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul, e outros clubes brasileiros.

Já como ex-atleta, trabalhou nas categorias de base do Corinthians, além de integrar a equipe Máster, que realiza jogos de exibição pelo País. (Da Redação)