Esporte

Fórmula 1 confirma GP do Brasil em São Paulo em 2021

Prova em Interlagos, na capital paulista, ainda precisa da finalização do acordo para poder ser realizada em 2021
Futuro de Interlagos continua indefinido
Brasil está de volta com a presença de seu GP no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Crédito da foto: Divulgação / PMSP

A Fórmula 1 divulgou nesta terça-feira (10) um calendário provisório da temporada de 2021. Com um número recorde de 23 etapas ao longo do ano, a categoria retoma a sua normalidade após um campeonato muito prejudicado pela pandemia do novo coronavírus em 2020. O Brasil está de volta com a presença de seu GP no autódromo de Interlagos, em São Paulo, no dia 14 de novembro, mas está sujeito à confirmação de um novo contrato.

O comunicado oficial da categoria coloca o GP do Brasil, de fora em 2020 por conta da pandemia, com um asterisco. A observação tem como complemento de que a prova necessita da finalização do acordo para poder ser realizada em 2021. Esse expediente é comum por parte da Fórmula 1 e já foi utilizado em outras ocasiões. Para 2017, por exemplo, a prova em Interlagos foi divulgada inicialmente com a ressalva de “sujeita à confirmação” e, meses depois, isso foi assegurado.

Outra confirmação é o corte do GP do Vietnã, na capital Hanói, que também acabou não ocorrendo neste ano. A prova seria uma das novidades da temporada de 2020 e agora pode nem acontecer por conta de problemas envolvendo autoridades da cidade. Com isso, o calendário tem um espaço de quase um mês entre as etapas da China e da Espanha. A FIA, contudo, reservou a janela do dia 25 de abril para um destino ainda a ser confirmado, assegurando um calendário com 23 corridas.

Leia mais  Verdão é derrotado pelo Atlético-MG

Calendário da F1

A temporada começará em seu palco tradicional, o GP da Austrália, em 21 de março. Neste ano, a Fórmula 1 chegou a ir para Melbourne, mas um caso positivo de covid-19 na McLaren levou ao cancelamento da etapa faltando poucas horas para o início do primeiro treino livre. Na sequência, a categoria visita o Bahrein e a China.

O CEO da Fórmula 1, o americano Chase Carey, vinha reafirmando que esperava entregar um calendário mais “próximo do normal”, apesar da situação da pandemia, com a Europa voltando a se fechar em meio a uma segunda onda de casos. Carey espera inclusive contar com a presença de fãs.

“Estamos felizes por anunciar o calendário provisório de 2021 da Fórmula 1 após extensas conversas com nossos promotores, equipes e a FIA. Estamos planejando os eventos de 2021 com a presença dos fãs e uma experiência próxima do normal e esperamos que nossos acordos possam ser honrados. Provamos que é possível viajar com segurança e operar nossas corridas. Os promotores vem reconhecendo cada vez mais a importância de seguir adiante, lidando com o vírus”, afirmou o empresário.

“Na verdade, muitos promotores pretendem usar nossos eventos como uma plataforma que mostre ao mundo que estamos seguindo adiante. Estamos felizes ao ver a Arábia Saudita juntando-se ao calendário e igualmente animados pelo retorno às pistas que esperávamos correr em 2020. Queremos agradecer a todos os nossos promotores e parceiros pelo entusiasmo contínuo e colaboração, mal podemos esperar para entregarmos aos fãs uma temporada emocionante nas pistas”, completou Carey.

Leia mais  Magnus vence Minas e é campeão da Supercopa de 2021

Quase todas as corridas canceladas em 2020 por conta da pandemia retornam. O GP da Holanda está no cronograma da próxima temporada, enquanto que outras como os de Mônaco, Canadá, França, Estados Unidos, México, Cingapura, China, Azerbaijão e o próprio GP do Brasil retornam após um ano fora.

A temporada chegará ao fim com duas provas no Oriente Médio: a estreia do GP da Arábia Saudita em 28 de novembro, no circuito de rua de Jeddah, e com o GP de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, em 5 de dezembro. (Estadão Conteúdo)

Confira o calendário da Fórmula 1 em 2021:

  • Austrália (Melbourne) – 21 de março
  • Bahrein (Sakhir) – 28 de março
  • China (Xangai) – 11 de abril
  • A confirmar – 25 de abril
  • Espanha* (Barcelona) – 9 de maio
  • Mônaco (Montecarlo) – 23 de maio
  • Azerbaijão (Baku) – 6 de junho
  • Canadá (Montreal) – 13 de junho
  • França (Paul Ricard) – 27 de junho
  • Áustria (Red Bull Ring) – 4 de julho
  • Grã-Bretanha (Silverstone) – 18 de julho
  • Hungria (Hungaroring) – 1.º de agosto
  • Bélgica (Spa-Francorchamps) – 29 de agosto
  • Holanda (Zandvoort) – 5 de setembro
  • Itália (Monza) – 12 de setembro
  • Rússia (Sochi) – 26 de setembro
  • Cingapura (Marina Bay) – 3 de outubro
  • Japão (Suzuka) – 10 de outubro
  • Estados Unidos (Circuito das Américas) – 24 de outubro
  • México (Hermanos Rodriguez) – 31 de outubro
  • Brasil* (Interlagos) – 14 de novembro
  • Arábia Saudita (Jeddah) – 28 de novembro
  • Abu Dabi (Abu Dabi) – 5 de dezembro
Leia mais  Corinthians confirma surto de Covid; oito jogadores testaram positivo

* Sujeito a confirmação de contrato

Comentários