Esporte

Flamengo perde do São Paulo, mas é bicampeão brasileiro

O Flamengo dependia só de uma vitória para ser campeão
Flamengo perde do São Paulo, mas é bicampeão brasileiro
Após ter de aguardar o resultado do jogo do Internacional, cariocas enfim puderam comemorar a conquista. Crédito da foto: Miguel Schincariol /  Estadão Conteúdo (25/2/2021)

Uma derrota indolor confirmou nesta quinta-feira (25) ao Flamengo o segundo título brasileiro consecutivo. O time não fez sua parte e perdeu para o São Paulo por 2 a 1, no Morumbi, pela última rodada. No entanto, o empate sem gols do Internacional diante do Corinthians, no Beira-Rio, confirmou a equipe carioca como campeã com a mínima vantagem, de apenas um ponto. O resultado também ajuda a equipe paulista, que garantiu vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores.

O Flamengo dependia só de uma vitória para ser campeão. Porém, abusou da condição de líder e precisou torcer para o Inter não ganhar. Para a torcida, foi uma enorme angústia ter de esperar o fim do Brasileirão ligado em duas partidas ao mesmo tempo. Para os jogadores, qualquer sufoco acabou sendo compensado pela certeza de que não há derrota capaz de se comparar à alegria de ser campeão.

Leia mais  Conmebol adia Independiente x Grêmio, pela Libertadores

A noite de definição só teve dentro do esperado a postura do Flamengo, que procurou acuar um São Paulo de três zagueiros no Morumbi.

E alguns sustos no primeiro tempo vieram do Beira-Rio. Um pênalti e um gol anulados do Inter fizeram os flamenguistas irem da lamentação ao alívio. O clube carioca continuava no domínio do jogo e via o São Paulo exagerar nas faltas e receber quatro cartões amarelos só no primeiro tempo. Porém, se o futebol não costuma ter lógica, seria ainda mais improvável um Brasileiro como esse ter uma noite tão previsível.

No último lance do primeiro tempo, Éverton Ribeiro cometeu uma falta em Tchê Tchê dentro da meia-lua. O São Paulo tinha nos pés a primeira chance de uma finalização perigosa. Luciano surpreendeu, cobrou no canto do goleiro e abriu o placar. O gol valia muito para a equipe paulista, pois com a vitória parcial do Fluminense sobre o Fortaleza, a vaga não fase de grupos da Libertadores estava escapando.

Leia mais  Com dois de Vini Jr, Real Madrid vence Liverpool na Champions

O segundo tempo foi ainda mais nervoso. O gol de empate de Bruno Henrique logo no começo criou a falsa impressão de uma virada. Mas aos 13 minutos o goleiro Hugo errou na saída de bola e Pablo colocou de novo o São Paulo na frente. De novo atrás no placar, o Flamengo ainda se segurava como campeão porque no Beira-Rio o Inter parava no goleiro Cássio ou acertava a trave.

Nos mais de 30 minutos restantes até o apito final, o Flamengo tentou a todo custo o gol. Cruzamentos na área, finalizações perigosas e boas defesas de Volpi foram tão constantes quanto o seguido grito de “acabou” vindo dos jogadores do banco de reservas do São Paulo. Para completar todo o nervosismo, o Inter ainda teve um gol anulado por impedimento nos acréscimos e os jogadores do Flamengo tiveram de aguardar o fim do jogo no Beira-Rio. (Ciro Campos – Estadão Conteúdo)

Leia mais  Santos passa à fase de grupos da Libertadores

São Paulo 2 x 1 Flamengo

São Paulo – Tiago Volpi; Diego Costa, Arboleda e Bruno Alves; Igor Vinícius (Galeano), Welington (Gabriel Sara), Luan (Hernanes), Tchê Tchê e Daniel Alves; Luciano (Igor Gomes) e Pablo (Tréllez) Técnico: Marcos Vizolli
Flamengo – Hugo; Isla (Matheuzinho), Gustavo Henrique, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Gerson, Diego (Gomes), Éverton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol (Pedro). Técnico: Rogério Ceni
Gols – Luciano, aos 49 minutos do 1º tempo; Bruno Henrique, aos 5, e Pablo, aos 13 minutos do 2º tempo
Árbitro – Rodolpho Toski Marques (PR)
Cartões amarelos – Tchê Tchê, Arboleda, Daniel Alves, Igor Vinícius, Gabi, Wellington, Luciano, Éverton Ribeiro e Bruno Henrique
Local – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Comentários