Esporte

Ex-presidente do Palmeiras é condenado por cambismo

O processo corria desde 2017 e investigava uma operação em que Mustafá recebia ingressos que seriam de cortesia
Ex-presidente do Palmeiras é condenado por cambismo
O ex-presidente do Palmeiras Mustafá Contursi. Crédito da foto: Divulgação

O ex-presidente do Palmeiras Mustafá Contursi foi condenado ontem pela prática de cambismo. Segundo sentença publicada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, o dirigente terá de pagar uma multa de 25 salários mínimos (cerca de R$ 26,1 mil) para instituições de caridade por ter cometido crimes contra o Estatuto do Torcedor ao colaborar com a venda paralela de ingressos para jogos do time. Ele promete que vai recorrer.

Leia mais  No twitter, Bolsonaro dá os parabéns ao Palmeiras pelo título

 

O processo corria desde 2017 e investigava uma operação em que Mustafá recebia ingressos que seriam de cortesia e os repassava para venda no mercado paralelo. Os bilhetes originalmente eram do camarote da Crefisa, patrocinadora do clube e presidida pela então aliada política de Mustafá, Leila Pereira. O ex-presidente ganhava 70 entradas a cada jogo e as repassava para Eliane de Guimarães Fontana, que fornecia a carga para uma outra pessoa (Anderson Munari) fazer a venda na porta do estádio. O esquema foi realizado de novembro de 2016 a setembro de 2017. (Estadão Conteúdo)

Comentários