Esporte

Esporte sorocabano perde Chico Madia

Ele foi responsável direto por fazer o Grêmio Esportivo Santa Terezinha se tornar um dos gigantes da elite do futebol
Esporte sorocabano perde Chico Madia
Dirigente morreu aos 84 anos. Crédito da foto: Divulgação

O presidente do Grêmio Esportivo Santa Terezinha, Francisco Alberto Madia, faleceu no último domingo (21), aos 84 anos. Nas redes sociais, o clube prestou sua homenagem a “seu Chico”, como era chamado. “Infelizmente perdemos um dos ícones do futebol de Sorocaba (…) Ele foi responsável direto por fazer o Grêmio Esportivo Santa Terezinha se tornar um dos gigantes da elite do futebol de Sorocaba e região”.

Nascido em 1936, Francisco Alberto Madia iniciou no time como zagueiro, aos 17 anos, quando ainda se chamava Congregação Mariana Santa Terezinha. A fundação do GE Santa Terezinha se deu em 18 de março de 1953, e seu Chico ficou no cargo de presidente, depois de ter atuado como jogador, por mais de 60 anos ininterruptos. Ele foi um dos mais longevos neste cargo no futebol amador da região — o que, inclusive, lhe ajudou na conquista do título de cidadão emérito de Sorocaba em 2007.

Leia mais  Flamengo fatura Champions League das Américas de basquete

Em sua gestão, conquistou a concessão do terreno para a construção do estádio Vitalino Pagliato e tirou, por vezes, dinheiro do próprio bolso para contribuir com o crescimento do time do coração. Muitos títulos fizeram parte deste caminho, como Taça Cidade de Sorocaba, Palácio dos Tropeiros, Baltazar Fernandes e o Cruzeirão. Deixou filhos, netos e bisnetos. (Da Redação)

Comentários