Esporte

Empates são rotina no mata-mata da LNF

Empates são rotina no mata-mata da LNF
Magnus e Cascavel empataram o primeiro jogo das quartas por 3 a 3. Crédito da foto: Guilherme Mansueto / Magnus Futsal (14/11/2020)

O equilíbrio da Liga Nacional de Futsal (LNF) fica cada vez mais claro com o prosseguimento do mata-mata da competição. Nos três duelos de ida realizados pelas quartas de final, todos acabaram empatados. Nas oitavas de final, de 16 jogos, 10 terminaram na igualdade.

Nas partidas do Magnus Futsal, a história não foi diferente. Contra o Campo Mourão (PR), na primeira partida das oitavas, empate por 0 a 0. A vaga foi decidida em Votorantim, com a vitória sorocabana por 3 a 1.

O roteiro se repetiu na atual fase, de quartas de final. Novamente enfrentando uma equipe paranaense, desta vez o Cascavel, Sorocaba empatou no último sábado (14), jogando no Paraná, em 3 a 3. O confronto decisivo será no sábado (21), às 13h30, em Votorantim.

Para ficar com a vaga, os sorocabanos têm duas possibilidades: vencer no tempo normal ou empatar a partida na prorrogação. Uma vitória do Cascavel nos 40 minutos regulamentares ou no período extra dará a vaga aos paranaenses.

O Cascavel também se classificou para as quartas após uma sequência de empates. Empatou por 3 a 3 com o Minas Tênis Clube (MG) no primeiro confronto. Na partida decisiva, novo empate, por 2 a 2, e na prorrogação (1 a 1). Por ter a melhor campanha, seguiu na competição.

Leia mais  Miranda quer retornar ao País

“Nossa equipe fez uma excelente primeira fase, ganhamos todas as partidas, mas sabemos que agora (no mata-mata) a competição fica mais difícil. Todos os times estão mais preparados”, apontou o ala sorocabano Leozinho.

Na fase de classificação, o Magnus venceu as 12 partidas. Foram 51 gols marcados e 20 sofridos. Números que levaram os sorocabanos a ter o melhor ataque da competição e a terceira melhor defesa. (Zeca Cardoso)

Comentários