Esporte

Empate classifica PSG e elimina o Barça

Liga dos Campeões
Empate classifica PSG e elimina o Barça
Lionel Messi perdeu pênalti e deu adeus à Champions nas oitavas. Crédito da foto: Franck Fife / AFP (10/3/2021)

Com Neymar nas tribunas do Parque dos Príncipes, o Paris Saint-Germain empatou ontem (10) com o Barcelona, por 1 a 1, e garantiu vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. O time francês se classificou por ter vencido o jogo de ida, no Camp Nou, por 4 a 1.

O Barcelona ficou de fora das quartas de final pela primeira vez após 14 edições. E este pode ter sido o último jogo de Messi na principal competição de clubes da Europa com a camisa do time catalão, pois deve deixar o clube após o fim da temporada. Já o PSG, vice-campeão do ano passado, quando perdeu a final para o Bayern de Munique, já poderá contar com Neymar nas quartas de final, que já contam com reunir Porto, Borussia Dortmund e Liverpool.

O primeiro tempo foi sensacional. Com um sistema 4-3-4, o Barcelona teve o comando do jogo e pressionou muito na tentativa de reverter a enorme vantagem francesa no primeiro jogo. O PSG apostou nos contra-ataques e no talento de Mbappé, que, pelo lado esquerdo, sempre conseguiu levar perigo à meta espanhola.

Leia mais  CBV confirma datas das finais da Superliga Masculina

Com Messi e Griezmann na armação das jogadas, sobrou para Dembélé a finalização. O atacante teve quatro grandes chances de marcar, mas parou nas mãos do goleiro Navas. Mas, como “quem não faz, toma”, aos 30 minutos, Lenglet cometeu pênalti em Icardi, muito bem cobrado por Mbappé. Foi o sexto gol dele nesta edição da Champions.

A missão de fazer quatro gols para levar a decisão da vaga na prorrogação não diminuiu o entusiasmo do Barcelona, que conseguiu o empate com Lionel Messi, em lindo chute de longa distância. O primeiro tempo poderia ter terminado melhor para a equipe catalã, mas Navas defendeu pênalti cobrado por Messi, aos 48 minutos.

No segundo tempo, o Barcelona, apesar do maior domínio da bola, criou menos chances de gol. Muito por causa da grande atuação do zagueiro Marquinhos, que salvou gol certo de Messi. Além disso, o ataque espanhol ainda sofreu com as boas defesas de Navas, autor de pelo menos mais duas na etapa final.

Daqui para a frente esta edição da Liga dos Campeões não terá Messi e nem Cristiano Ronaldo, pois a Juventus havia sido eliminada pelo Porto, na véspera. No outro jogo, o Liverpool repetiu os 2 a 0 sobre o RB Leipzig, de novo em Budapeste, e avançou às quartas com placar agregado de 4 a 0. (Estadão Conteúdo)

Comentários