Esporte

Em recuperação, Ituano ganha do Santos em casa por 2 a 0

Galo de Itu se afasta da zona do rebaixamento no Paulistão e o Peixe ainda lidera o Grupo A, com 11 pontos
Ituano venceu o Santos por 2 a 0 no Novelli Júnior. Crédito da Foto: Ivan Storti / Santos FC

Com gols de Yago e Corrêa, os dois no primeiro tempo, o Ituano ganhou do Santos por 2 a 0, neste sábado (22), no estádio Novelli Junior, em Itu, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

O resultado dá sequência à recuperação do Galo no Paulistão, depois de um início ruim.

Apesar de permanecer na quarta e última posição do Grupo B, agora com nove pontos, a três do líder São Paulo, o Ituano se afasta da zona do rebaixamento na classificação geral.

Já o Santos, mesmo com a derrota, ainda lidera o Grupo A, com 11 pontos, mas soma o segundo jogo consecutivo em que não marca gols.

Na oitava rodada, o Santos buscará a reabilitação no clássico contra o Palmeiras, no próximo sábado, às 16 horas, no Pacaembu. O Ituano volta a campo na sexta-feira para enfrentar o Bragantino, fora de casa.

O jogo

O jogo marcou o reencontro dos times depois da goleada do Ituano por 5 a 1 sobre o Santos de Jorge Sampaoli, no ano passado. E o Peixe fez um primeiro tempo muito ruim, repetindo a atuação apagada contra a Ferroviária na última rodada. A desvantagem parcial por dois gols refletiu a necessidade de evolução do time de Jesualdo, principalmente no setor ofensivo.

Se na temporada passada o ataque foi motivo de alegria para a torcida, em Itu, o Santos não conseguiu levar muito perigo ao gol de Pegorari. Com pouca intensidade e falta de criatividade do ataque, o Santos foi um time vazio, previsível, refém dos lampejos individuais de Soteldo e Carlos Sánchez. Até mesmo a marcação já no campo ofensivo se mostrou desorganizada e improdutiva.

Uma chance desperdiçada logo aos dois minutos criou uma falsa expectativa de que o time da Vila Belmiro faria uma etapa inicial convincente. Após chute de Sánchez de fora da área, Pegorari espalmou, mas Lucas Veríssimo não conseguiu chegar a tempo no rebote para conclusão.

Através de dois bonitos chutes de fora da área, que encobriram Everson, o Ituano marcou seus gols. Aos 11, Yago recebeu na direita, avançou até a entrada da área, se aproveitou do recuo de Felipe Jonatan, e acertou um belo chute no ângulo direito de Everson. Aos 26 foi a vez do veterano Corrêa (ex-Palmeiras), acertar uma cobrança de falta precisa no gol santista e ampliar a vantagem.

Ciente da baixa produtividade e da necessidade de mudanças no time, Jesualdo voltou para o segundo tempo com duas alterações: Renyer no lugar de Diego Pituca e Jean Mota na vaga de Arthur Gomes.

As alterações no time e orientações no vestiário não surtiram o efeito esperado. O Santos melhorou, é verdade, mas permaneceu sem força ofensiva para criar chances reais de gols, que só apareceram no final do jogo, na base da pressão.

Nos minutos finais, lançado ao campo de ataque para tentar diminuir o prejuízo, o time da Vila Belmiro quase levou o terceiro gol, aos 43, mas Baralhas parou numa bela defesa de Everson.

Aos 44, o Santos acertou a trave do Ituano, após um cabeceio de Jean Mota. Nos acréscimos, aos 48, novamente Jean Mota levou perigo a Pegorari com uma cobrança de falta, mas não foi o suficiente para evitar a derrota do Santos em Itu. (Com informações de Dani Arruda – Estadão Conteúdo)

Ficha técnica

Ituano 2 x 0 Santos

Ituano – Pegorari; Pacheco, Ricardo Silva, Suéliton e Breno Lopes; Baralhas, Corrêa e Marcos Serrano; Yago (Gabriel Barros), Gabriel Taliari (Luiz Paulo) e Luzinho (Léo Duarte). Técnico: Vinícius Bergantin

Santos – Everson; Pará (Lucas Venuto), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca (Renyer) e Carlos Sanchez; Arthur Gomes (Jean Mota), Soteldo e Eduardo Sasha. Técnico: Jesualdo Ferreira

Gols – Yago, aos 11, e Corrêa, aos 26 minutos do primeiro tempo

Árbitra – Edina Alves Batista

Cartões amarelos – Gabriel Taliari, Luizinho, Jean Mota, Suéliton e Soteldo

Renda – R$ 166.680,00

Público – 3.959 pagantes

Local – Estádio Novelli Junior, em Itu

Comentários