Esporte

Djokovic vence sensação do Australian Open e vai à nona final da carreira

Sérvio número 1 do mundo tem oito títulos deste Grand Slam
Novak Djokovic confirmou seu favoritismo e avançou para a final do Australian Open em busca do nono título.  Crédito da foto: William West/ AFP

O sonho acabou – pelo menos por enquanto. O sérvio Novak Djokovic venceu a sensação russa, vinda do quali, Aslan Karatsev por 3 sets a 0 na manhã desta quinta-feira (18) e avançou à final do Australian Open pela nona vez em sua carreira. As parciais foram de 6/3, 6/4 e 6/2 em 1h58 de partida.

Nole tem oito títulos no Aberto da Austrália, três em sequência, ou seja, em todas as finais que competiu, levou o título. No total, ele soma 17 títulos de Grand Slam, três a menos que Roger Federer e Rafael Nadal. Agora, Djokovic espera o vencedor do duelo entre Stefanos Tsitsipas, que eliminou Nadal, e Daniil Medveded, que bateu Andrey Rublev. O confronto acontece nesta sexta-feira, às 5h30.

Por outro lado, Karatsev, de 27 anos e 114º do mundo, pode voltar para a Rússia orgulhoso do que fez. Ele foi apenas o quinto da história a chegar do qualifying até uma semifinal de Grand Slam. O tenista, ainda, enfileirou vitórias sobre Diego Schwartzman, Felix Auger-Aliassime e Grigor Dimitrov.

Leia mais  Nadal sofre, mas bate Norrie e avança para as oitavas do Australian Open

Em relação à partida, Karatsev iniciou bem, confirmando seus serviços e equilibrando as ações com Djokovic. No entanto, não demorou para que o sérvio dominasse as ações do russo, primeira vez seu adversário e que acabou cometendo alguns erros. Nole foi consistente e mostrou toda a experiência de um número 1 do mundo para fechar as parciais tranquilamente em 6/3, 6/4 e 6/2. (Da Redação)

Comentários