Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Cuca testa positivo e irmão comanda o Santos

10 de Novembro de 2020

Cuca testa positivo e irmão comanda o Santos Auxiliar comandará o Peixe também diante do Inter, na próxima rodada. Crédito da foto: Ivan Storti / Santos FC (8/11/2020)

Depois de deixar escapar importantes pontos no empate por 1 a 1 contra o Red Bull Bragantino, o Santos terá a difícil missão de tentar recuperar o prejuízo no Campeonato Brasileiro justamente diante do líder Internacional, no sábado, às 16h30, na Vila Belmiro, pela 21ª rodada. E a equipe deverá ser comandada novamente pelo auxiliar técnico Cuquinha, que esteve à beira do gramado no domingo (8) porque Cuca testou positivo para Covid-19. O treinador seguirá em isolamento até a semana que vem.

Ontem (9), o Peixe comunicou ter diagnosticado também que o goleiro João Paulo, o lateral-direito Madson e o zagueiro Lucas Veríssimo testaram positivo para a doença, assim com o preparador de goleiros Arzul. Eles passaram por exames porque haviam apresentado sintomas da doença. O restante do elenco será submetido a testes hoje (10), na reapresentação após folga.

Por outro lado, a equipe terá a volta do atacante Marinho, artilheiro e maior destaque do time na temporada, após suspensão diante do Red Bull Bragantino. E uma semana livre para descansar e treinar pela primeira vez em mais de dois meses. “Há um desgaste físico por causa da maratona e temos um elenco enxuto. Isso é evidente, todo mundo vê. É descansar um pouco e trabalhar bastante para buscar um bom resultado”, declarou Cuquinha, em entrevista coletiva após o jogo.

Soteldo abriu o placar para o Santos no primeiro tempo em Bragança Paulista e Léo Ortiz empatou aos 50 minutos da etapa final. “Em qualquer empate do jeito que foi, a dor é enorme. Tomar um gol aos 49, aos 50 minutos de jogo é inadmissível”, declarou Cuquinha. (Da Redação, com informações de Estadão Conteúdo)

SANTOS 1 x 1 RB BRAGANTINO

RB Bragantino - Cleiton; Aderlan (Weverton), Léo Ortiz, Ligger e Weverson (Luan Cândido); Raul, Lucas Evangelista e Cuello (Morato); Artur (Luis Phelipe), Ytalo (Thonny Anderson) e Hurtado. Técnico: Maurício Barbieri

Santos - João Paulo; Madson (Pará), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Jobson (Sandry) e Jean Mota (Lucas Lourenço); Arthur Gomes (Lucas Braga), Soteldo (Tailson) e Kaio Jorge. Técnico: Cuquinha (auxiliar)

Gols - Soteldo, aos 18, e Léo Ortiz, aos 50 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos - Lucas Evangelista (Red Bull Bragantino); Jobson, Jean Mota, Sandry e Soteldo (Santos)

Árbitro - Vinicius Furlan (SP)

Local - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)