Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Corinthians vai anunciar naming rights da arena na noite desta segunda-feira

31 de Agosto de 2020

O Corinthians vai anunciar os naming rights do seu estádio em evento marcado para a noite desta segunda-feira (31). A partir das 22h30, o clube inicia a transmissão no canal do YouTube da Corinthians TV, com a apresentação do ator Dan Stulbach.

A revelação sobre o novo nome do estádio, porém, será só depois da meia-noite. Isso será feito para coincidir com a data de aniversário de 110 anos de fundação do clube.

O próprio Stulbach revelou nas suas redes sociais que vai apresentar a atração. O ator, que é torcedor do Corinthians, afirmou que vai colocar "o último tijolinho que faltava" no estádio.

Valor do contrato

O Estadão revelou na última semana que o clube assinou um contrato estimado em R$ 300 milhões pela concessão do nome da arena pelos próximos 20 anos. O nome da empresa também é mantido em segredo.

Os naming rights da arena contam com aprovação da Odebrecht e da Caixa Econômica Federal, com quem o clube se endividou para construção da obra. O banco informa que o Fundo da Arena Corinthians deve R$ 536 milhões.

O clube contesta e diz que a dívida está em torno de R$ 485 milhões. A discussão foi parar na Justiça no ano passado, mas o processo está suspenso para tentativa de negociação.

Com a construtora, o Corinthians alega ter quitado boa parte do que deve. A Odebrecht fala em R$ 160 milhões.

Fim da dor de cabeça

O acordo firmado na quinta passada coloca fim à principal dor de cabeça da diretoria nos últimos anos. O Corinthians tenta vender os naming rights do seu estádio desde o início das obras, há cerca de dez anos.

A demora para fechar um acordo geraram dívidas e processos na Justiça. Em 2012, o então vice-presidente Luis Paulo Rosenberg chegou a comentar que estava próximo de um desfecho positivo e disse que negociava com empresas voltadas para o setor de consumo, mas não deu certo.

A parceria ajudará no pagamento da dívida do estádio e também no time de futebol, como queria o presidente Andrés Sanchez. O dirigente, aliás, tem dado pistas sobre a parceria em sua conta no Twitter.

Na quinta-feira, ele escreveu: "Parabéns, bem-vinda, vai, Corinthians", sem maiores detalhes sobre o assunto. "Estamos bem perto. Já já vem, mas nunca esteve na camisa do Timão", escreveu em um outro momento. (Estadão Conteúdo)