Esporte

Corinthians empata e cai na Copa do Brasil

A necessidade de reverter a derrota em casa não fez Vagner Mancini escalar um Corinthians mais ofensivo
Corinthians empata e cai na Copa do Brasil
Rodolfo fez o gol do América-MG, cobrando pênalti, e eliminou o Timão. Crédito da foto: Gledston Tavares / Framephoto / Estadão Conteúdo (4/11/2020)

Durou apenas dois jogos a participação do Corinthians na Copa do Brasil. Com mais uma apresentação fraca, empatou ontem (4) com o América-MG por 1 a 1 no Independência e deu adeus nas oitavas de final da competição. Agora resta apenas o Brasileirão aos paulistas. Os mineiros chegam às quartas de final pela primeira vez na história.

A necessidade de reverter a derrota em casa não fez Vagner Mancini escalar um Corinthians mais ofensivo. Impossibilitado de usar Fábio Santos e Otero, optou pelo óbvio: Lucas Piton e Mateus Vital. Na frente, Davó, isolado. O primeiro tempo foi sonolento, sem criatividade e nenhum força ofensiva. Pior, com show de erros de passes, proporcionando contragolpes perigosos não aproveitados pelo América.

Para piorar, Cazares ainda sentiu uma lesão no posterior da coxa esquerda com meia hora de bola rolando e pode ser desfalque por algumas rodadas. Sábado, por exemplo, dificilmente encara o Atlético-GO, fora de casa.

Leia mais  Neymar volta, marca e PSG é campeão

A esperada ousadia de Mancini com uma mudança de postura não apareceu, pois apenas fez trocas dos volantes. O treinador corintiano, precisando da vitória, voltou com dois novos jogadores de marcação.

Reforçou a pegada, mas deu sorte com boa trama de seus jogadores de frente. Davó recebeu, partiu para cima do zagueiro Anderson Jesus e foi derrubado na área. O árbitro marcou tiro de meta, mas o VAR corrigiu a marcação. Após quatro minutos, Fagner abriu o marcador.

Com vantagem de 1 a 0, o Corinthians devolvia a derrota sofrida em casa, há uma semana. E a decisão estava aberta, com possibilidade de pênaltis. Rodolfo, porém, quase empatou logo a seguir. Bateu raspando a trave de Cássio.

O jogo ficou aberto com ataques desorganizados de ambos os lados Faltava técnica para os dois times. Um escanteio para o Corinthians quase virou gol do América-MG. A zaga afastou e Everaldo mandou para o alto, tentando recuar para Cássio. O goleiro saiu da área e não afastou. Ademir bateu para o gol aberto e Fagner salvou.

Leia mais  Premier League registra 36 novos casos do novo coronavírus

O Corinthians se salvou no primeiro lance, mas nada pôde no segundo. A noite não era do time. Em um lançamento, Lucas Piton correu para dar combate e a bola bateu em sua mão. Ele estava de costas, mas o pênalti foi anotado. Rodolfo cobrou, Cássio resvalou na bola, porém entrou, aos 38 minutos.

O Timão ainda buscou o triunfo nos minutos finais. Em chuveirinhos para a área. Fechou o jogo no desespero e mostrando a desorganização que o acompanha o ano todo. Foi a terceira derrota em mata-matas no ano. (Fabio Hecico – Estadão Conteúdo)

América-MG 1 x 1 Corinthians

América-MG – Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Anderson Jesus e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Geovane (Alê); Felipe Azevedo (Marcelo Toscano), Vitão (Rodolfo) e Ademir (Daniel Borges). Técnico: Lisca

Corinthians – Cássio; Fagner, Gil, Marllon e Lucas Piton; Xavier (Gabriel), Ederson (Cantillo), Ramiro (Luan) e Mateus Vital; Cazares (Everaldo) e Davó (Léo Natel). Técnico: Vagner Mancini

Leia mais  Em dia de Soteldo, Santos mantém embalo e ganha apertado do lanterna Botafogo

Gols – Fagner, aos 14, e Rodolfo, aos 38 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos – Gil, Fagner, Xavier e Everaldo (Corinthians); Diego Ferreira (América-MG)

Árbitro – Wagner Nascimento Magalhães (RJ)

Local – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Comentários