Esporte

Coreia do Norte não participará da Olimpíada de Tóquio

Por combate à Covid-19, Kim Jong Un se distancia mais ainda de vizinhos
Olimpíada terá apenas torcedores do Japão
Aumento dos casos de Covid motivam decisão do Comitê. Crédito da foto: Arquivo / Agência Brasil

A Coreia do Norte anunciou que não participará dos Jogos Olímpicos de Tóquio devido aos riscos da Covid-19. O evento esportivo aconteceria no ano passado, mas foi adiado para o meio deste ano devido à pandemia que assola o mundo.

O Comitê Olímpico Norte-Coreano decidiu em reunião “não participar da 32ª edição dos Jogos, para proteger os atletas da crise de saúde mundial”. Por outro lado, um porta-voz do Comitê Olímpico Internacional (COI) afirmou à AFP que “não recebeu nenhum pedido oficial do Comitê Nacional Olímpico da Coreia do Norte para ser liberado de sua obrigação”.

Os Jogos seriam uma nova oportunidade para reativar o processo de negociação da paz entre Coreias do Sul e do Norte, Japão e Estados Unidos, conforme disse o presidente sul-coreano Moon Jae-in no início de março.

Leia mais  Morre Roseli Machado, campeã da São Silvestre, vítima de Covid-19

A Coreia do Norte, liderada por Kim Jong Un, é objeto de sanções internacionais por seu programa de armamento nuclear e mísseis proibidos por resoluções do Conselho de Segurança da ONU. O país, que decretou fechamento das fronteiras há um ano, está mais isolado do que nunca.

A última participação olímpica do isolado e nuclearizado país norte-coreano foi em Jogos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul, em 2018. (Da Redação, com informações da AFP)

Comentários