Esporte

COI garante que ‘não há razões’ para duvidar da realização da Olimpíada

Comitê diz que Tóquio é a cidade mais bem preparada para receber o evento
'Cancelar a Olimpíada teria sido mais fácil', diz presidente do COI
Olimpíada de Tóquio foi adiada do ano passado para julho deste ano. Crédito da foto: Philip Fong/ AFP (12/7/2020)

O Comitê Olímpico Internacional (COI) garantiu nesta quarta-feira (10) que a segurança de todos em meio à pandemia de Covid-19 é a grande prioridade da entidade e que “não há razões para duvidar” que os Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados do ano passado para este ano, vão acontecer.

“A nossa prioridade tem sido, e será sempre, a segurança de todos os participantes nos Jogos e, claro, dos nossos anfitriões japoneses. O COI trabalha ombro a ombro com eles sem qualquer reserva. Tóquio continua sendo a cidade mais bem preparada para receber os Jogos”, afirmou o alemão Thomas Bach, presidente do órgão, durante Assembleia Geral do COI.

Ele ainda disse que “nas últimas semanas se têm disputado várias competições mundiais, o que prova que o esporte consegue se organizar de forma segura, mesmo sob as atuais restrições”. No momento atual, são mais de 2,6 milhões de mortes no mundo todo e mais de 117 milhões de casos de coronavírus. No Brasil, é um dos períodos mais críticos da doença.

Leia mais  Sem pressa e sem muito esforço, São Paulo passa pelo Palmeiras

Bach também lembrou que, até o momento da Olimpíada, em julho próximo, muitos atletas já estarão vacinados, aumentando ainda mais a segurança, e que a realização do evento implicará em renúncias e sacrifícios, mas que o esporte preparará a sociedade para a era pós-coronavírus, “que não será mais a mesma”.

Em seu discurso, o dirigente alemão ainda mandou mensagens de apoio e carinho ao povo japonês, que, em sua maioria, é contra a realização dos Jogos por medo de uma nova onda de contaminação. Nesta quarta-feira (10), o governo do Japão assumiu que será difícil permitir a entrada de torcedores estrangeiros, mas ainda não há uma decisão final sobre o assunto. (Da Redação)

Comentários