Esporte

Choque hermano

Treinados por argentinos, São Paulo e Santos jogam pelo Paulistão
Choque hermano
Hernán Crespo (esq.) e Ariel Holan (dir.) estão iniciando seus trabalhos. Crédito da foto: Divulgação – SPFC (26/2/2021) / Ivan Storti – Santos FC (4/3/2021)

O Morumbi será palco do primeiro clássico de Hernán Crespo no comando do São Paulo. O time chega empolgado pela goleada por 4 a 0 sobre a Inter de Limeira e quer embalar no Campeonato Paulista diante do Santos, que tenta desencantar após dois empates, a partir das 19h. Será um confronto de argentinos no banco de reservas, já que Ariel Holan está liberado no BID e fará sua estreia no Peixe.

Os comandantes argentinos buscam acabar com a sina de fracassos recentes de seus compatriotas em solo nacional. Eles chegaram sob enorme expectativa nas novas casas e já têm o primeiro grande teste. Se destacar no Paulista é um bom trampolim.

O futebol brasileiro cada vez mais investe em mão de obra estrangeira, mas diferentemente do sucesso dos portugueses Jorge Jesus e Abel Ferreira, a história está diferente para os argentinos. Jorge Sampaoli até conquistou o Mineiro no Atlético, porém fracassou no Brasileirão com altos e baixos. Eduardo Coudet vinha bem no Internacional, porém deixou o trabalho inacabado. Mais atrás, Ricardo Gareca, no Palmeiras, e Edgardo Bauza, no São Paulo, não ganharam nada. O Corinthians viu Daniel Passarela fracassar com os galácticos da MSI, em 2005.

Leia mais  Sonhando alto (e dentro da realidade!)

Com mais um voto de confiança aos argentinos, Crespo e Holan esperam apagar a má impressão de antecessores. Com algo que estava adormecido no Brasil: aposta no futebol ofensivo.

Depois de apenas empatar em casa com o Botafogo de Ribeirão Preto, no fim, com gol de Arboleda, o São Paulo se recuperou com estilo e agora busca a segunda vitória seguida para deixar a desconfiança para trás.

Crespo vem chamando atenção entre os comandados por rodar o elenco e dar chances a todos e por sempre armar o time na busca incessante do gol. Com ele, os atacantes terão motivos para sorrir.

Que o diga Rojas. Após dois anos tratando de grave lesão, voltou diante da Inter de Limeira com gol e assistência. Pablo, agora centroavante titular, e Luciano, também andam felizes com o novo comando e a metodologia de Crespo. A promessa é de receberem bastante bolas e terem mais chances de gols. Após sofrer uma concussão na estreia, o meia Igor Gomes passou a semana inteira sem treinar e desfalca a equipe pelo segundo jogo seguido. É o único problema de Crespo.

Leia mais  São Paulo confirma acerto com William até final da temporada

Depois de observar a molecada nas duas primeiras rodadas, Holan deve mandar um time mais maduro no clássico. Sabe da importância do jogo e não quer estrear com um resultado ruim após ver a equipe empatar com Santo André e Ferroviária.

O ídolo Marinho, Kaio Jorge e Laércio são ausências certas. Mas os atacantes podem estar à disposição diante do Deportivo Lara, terça-feira, pela fase preliminar da Libertadores, na Vila Belmiro.

Depois de um período de descanso, os demais titulares estão de volta e alguns já devem figurar no clássico, apesar de Holan não divulgar o time. John Victor será o goleiro, com Luan Peres na defesa e Felipe Jonatan na ala. Alison e Soteldo voltam no meio. Ainda sem Kaio Jorge, Bruno Marques disputa com Lucas Braga a vaga de centroavante. Podem, até, jogar juntos.

Holan tem estilo semelhante ao de Sampaoli. Quer o time se movimentando o tempo todo e sempre buscando o gol. Seu diferencial está na calma em falar com o time. É menos afoito e já anda arrancando elogios dos comandados. (Fabio Hecico – Estadão Conteúdo)

Leia mais  Flick acredita em classificação do Bayern diante do PSG

SÃO PAULO X SANTOS

São Paulo – Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Daniel Alves e Gabriel Sara; Luciano e Pablo. Técnico: Hernán Crespo

Santos – John Victor; Sandro, Luiz Felipe (Alex), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry e Jean Mota; Soteldo, Lucas Braga e Bruno Marques (Ivonei). Técnico: Ariel Holan

Árbitro – Luiz Flávio de Oliveira

Horário 19h

Local – Morumbi, em São Paulo

Comentários