Esporte

Chefe da Alfa testa positivo para Covid

Chefe da Alfa testa positivo para Covid
Crédito da foto: Divulgação / F1

Na véspera do início da sua pré-temporada, a Fórmula 1 sofreu um desfalque por Covid-19. Trata-se do francês Frederic Vasseur, chefe da Alfa Romeo. Ele testou positivo para o novo coronavírus e foi vetado das ações da categoria no Bahrein, onde todos os times vão testar seus novos carros entre hoje (12) e domingo.

De acordo com a própria Alfa Romeo, Vasseur não viajará para o Bahrein. Ele permanecerá em casa, isolado, de quarentena. O francês está bem e não apresenta sintomas. Seu primeiro teste deu positivo, mas o segundo, realizado dois dias depois, apresentou resultado negativo.

“Em nome da segurança do próprio Sr. Vasseur, do time e de todos os competidores e da comunidade da F1, ele não viajará para o Bahrein e continuará trabalhando de casa pelos próximos sete dias, como exigido pelas autoridades locais”, explicou a Alfa Romeo, em comunicado.

Leia mais  Mostrou quem manda

O time garantiu que o chefe seguirá conectado com o restante ao longo do importante fim de semana no Bahrein. Antes de Vasseur, foram contaminados na F1 os pilotos Sergio Pérez, Lance Stroll, Charles Leclerc e Lewis Hamilton e Toto Wolff, chefe da Mercedes.

Os testes da pré-temporada deste ano terão apenas três dias de duração, como medida de redução de custos na F1. Nas duas temporadas anteriores, foram duas baterias de três dias cada, totalizando seis dias. E, antes, a pré-temporada chegou a contar com oito dias de duração.

A temporada 2021 da Fórmula 1 terá início no dia 28, justamente no Circuito Internacional do Bahrein. (Estadão Conteúdo)

Comentários