fbpx
Esporte

CBF ‘rebaixa’ árbitros que marcaram pênaltis erroneamente no Brasileiro

Comissão de Arbitragem da CBF evitou classificar a medida como punição
Trio encabeçado por Dewson Fernando Freitas da Silva está entre os “rebaixados”. Crédito da foro: Bruno Cantini / Atlético

 

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Coronel Marinho, anunciou que os trios de arbitragem encabeçados por Dewson Fernando Freitas da Silva (PA), Sávio Pereira Sampaio (DF) e Caio Max Augusto Vieira (RN), que marcaram pênaltis erroneamente na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último final de semana, ficarão na Série B por alguns jogos para “reavaliação”.

“Eu não gosto da palavra punição. Eu risco do meu dicionário. Existe um trabalho de melhoria do árbitro. Isso é feito com os árbitros e com os assistentes. Então existem outras competições para que eles possam estar atuando novamente, para que possamos estar reavaliando se é caso de voltar ou não para a Série A, que é a competição mais importante aqui e de uma exposição muito grande”, afirmou Marinho ao canal SporTV.

Leia mais  Com Brasil, Fifa anuncia candidaturas para sediar Mundial Feminino de 2023

Dewson, ao lado dos bandeiras Hélcio Araújo Neves (PA) e Heronildo Freitas da Silva (PA), errou no jogo entre Palmeiras e Cruzeiro, realizado no último domingo, no Pacaembu, ao assinalar pênalti em uma mão na bola do zagueiro palmeirense Gómez que foi fora da área. A cobrança foi convertida por Mancuello. O time palmeirense venceu o confronto por 3 a 1.

Lance parecido aconteceu no jogo entre Internacional e Vitória, também neste domingo, no Beira-Rio, onde Lucas Fernandes, do time baiano, pôs a mão na bola fora da área, mas Sávio, que trabalhava ao lado de Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF), igualmente marcou penalidade, que D’Alessandro cobrou para dar a vitória ao Inter por 2 a 1. Na partida também houve um gol mal anulado do Internacional.

Leia mais  Cruzeirinho define campeões

Já Caio Max Augusto Vieira apitava Santos x Atlético-PR, também neste domingo, na Vila Belmiro, junto com Jean Márcio dos Santos (RN) e Vinícius Melo de Lima (RN) e, nos acréscimos do segundo tempo, viu pênalti em uma trombada de Dodô e Rony dentro da área santista. A penalidade deu a vitória ao time da casa por 1 a 0.

“Você vai numa outra competição analisar e esse é o nosso trabalho com os assistentes e com os árbitros. Vamos passar correções para eles e para a equipe deles, pois é um trabalho em equipe que falhou. Eles serão reavaliados e, se estiverem bem, voltam, se não, vão continuar lá”, explicou Marinho. (Estadão Conteúdo)

Comentários