Esporte

Tricampeã mundial, equipe do Magnus Futsal desfila no 7 de Setembro

Equipe sorocabana encerrou o desfile de 7 de setembro em carro aberto na região central

 

Magnus
Após desfile na região central, tri-campeões mundiais seguiriam para o Campolim. Crédito da foto: Fábio Rogério / JCS (7/09/2019)

“Para quem torceu, um abraço. Para quem secou, chora”, foi esse o recado do ala Leozinho, um dos destaques do Magnus Futsal, que encerrou a carreta dos tri-campeões mundiais no Parque Campolim, neste sábado (7), em Sorocaba. A equipe sorocabana encerrou o desfile de 7 de setembro em carro aberto na região central e seguiu para o bairro da zona sul da cidade para comemorar mais uma conquista.

Ao longo de todo trajeto, Leozinho mostrou toda a sua irreverência comandando a festa de cima do trio elétrico. Por onde o caminhão passou, ele brincou com todos que estavam na rua para prestigiar os campeões do mundo. “Comandei a galera, estou muito feliz. Título importante para a cidade. É hora de comemorar, lutamos bastante e graças a Deus saímos com esse título”, falou o camisa 20.

Leia mais  Estado de São Paulo volta para a fase vermelha; Veja as regras

Mas não só na comemoração o ala foi destaque. O jovem de 20 anos, que chegou ao clube através de uma peneira com mais de 1.000 garotos em 2017, fez o gol que empatou a final, contra o Boca Juniors, e levou o jogo para a prorrogação. “Eu pensei, vou dar um bico. Botei toda a minha força e fui feliz no chute”, falou Leozinho, que logo após encerrar a entrevista, correu novamente para a comemoração.

Outro grande destaque do time sorocabano foi o goleiro Lucas Oliveira. Desde o ano passado em Sorocaba, na atual temporada teve a missão de substituir Tiago, um dos maiores jogadores da posição. E Lucas correspondeu. Pegou uma penalidade na semifinal, contra o Corinthians, e voltou a agarrar um pênalti na decisão, contra o Boca Juniors.

“Sonho realizado. Ano passado fui campeão também, joguei algumas partidas, mas sempre na sombra do Tiago. Esse ano assumi (a titularidade no gol do Magnus) e é um sonho realizado, mesmo. É sensacional fazer parte de um título dessa magnitude e da maneira que foi”, falou o goleiro, eleito o melhor da posição na competição.

Leia mais  Shopping Cidade Sorocaba realiza ação de frete grátis até sábado

Essa terceira conquista mundial para o hall recheado de troféus da equipe sorocabana, mas teve um gosto especial. “Nós ganhamos em 2016 e 2018, mas esse parece que teve uma repercussão maior. Talvez por na semifinal ter outros três clubes enormes, como: Corinthians, Barcelona e Boca Juniors. Agora, vamos em busca do tetra”, relatou o presidente do Magnus, Fellipe Drommond.

Campeões estaduais, nacionais, da América e do mundo. Sorocaba já ganhou tudo o que disputou, mas quer mais. “Passou. A medalha fica, a foto ficar marcada, mas um projeto como o da cidade, você tem que ganhar sempre. Agora, almejamos a Liga Nacional. Estamos classificados e decidimos em casa, por isso, já convoco a torcida para lotar a Arena e nos empurrar”, afirmou o capitão Rodrigo.

O adversário ainda não está definido para as oitavas de final da Liga Nacional, mas a chama para conquistar mais títulos continua acesa nos jogadores do Magnus. É a certeza de que o clube continuará levando o nome de Sorocaba para todo o mundo. (Zeca Cardoso)

Comentários