Esporte

‘Cada Gol, Uma Árvore’ do Cruzeirão 2019 realiza primeiro plantio

O plantio refere-se ao saldo de gols do primeiro dia do torneio, que foi de 56 bolas na rede
‘Cada Gol, Uma Árvore’ realiza 1º plantio
Equipes da Semes e da Sema no Parque Porto das Águas. Crédito da foto: Emidio Marques

As primeiras mudas do projeto Cada Gol, Uma Árvore, relativa ao 60º Torneio Aberto de Futsal Cruzeiro do Sul, o Cruzeirão 2019, foram plantadas nesta sexta-feira (8), no Parque Porto das Águas. O plantio refere-se ao saldo de gols do primeiro dia do torneio, que foi de 56 bolas na rede, mas até o fim da competição a previsão é de que o número ultrapasse a marca do ano passado, que foi superior a 1.600. As espécies plantadas ontem foram de araçá, pitanga, cabreúva, aroeira e paineira, entre outras.

Leia mais  Cruzeirão 2019 fecha a segunda semana com bola na rede

 

A ação reuniu o secretário de Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), Jessé Loures, juntamente com servidores municipais da pasta; o chefe da Divisão de Eventos e Competições da Secretaria de Esportes e Lazer (Semes), Daniel Querido; e a assistente de marketing do jornal Cruzeiro do Sul, Isadora Gonçalves. O projeto é realizado por meio de uma parceria entre as pastas e a Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), mantenedora do jornal Cruzeiro do Sul e apoiadora do torneio.

Jessé Loures lembrou que a ação acontece pelo segundo ano consecutivo e visa unir a prática esportiva à preservação do meio ambiente. “É a junção do esporte com conscientização ambiental. À medida que se tem uma aglomeração de pessoas, deve se admitir que se tem uma emissão de gases na natureza, ora pela concentração, ora pela logística”, ressalta.

O titular da Sema cita os benefícios da presença de árvores no ambiente urbano, como o controle de temperatura e a filtragem de gases, e destaca que a intenção é a de ampliar o índice arbóreo da cidade, já que, além outros parques, praças e áreas públicas também receberão mudas.

Loures espera ainda que o número de gols neste ano seja ainda maior do que no ano passado e garante que a pasta terá fôlego para atender a demanda dos artilheiros do Cruzeirão. “Vamos torcer para que eles acertem a pontaria e esse número seja ainda maior que os 1.600 do ano passado. Há muito mais locais a serem contemplados.” (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO