Esporte

Bayern e Tigres decidem o campeão

Bayern e Tigres decidem o campeão
Gignac, autor de três gols no Mundial, é a esperança do Tigres contra Lewandowski & Cia. Crédito da foto: Karim Jaafar / AFP (4/2/2021)

Campeão de tudo na temporada 2019/2020 da Europa, o Bayern de Munique busca hoje (11) mais uma façanha. Às 15h, na final do Mundial de Clubes diante do Tigres, a equipe pode igualar uma façanha alcançada pelo Barcelona em 2009: vencer todos os torneios que disputou. Por isso, o clube viajou ao Catar sob a perspectiva de fazer história, tratando o Mundial como a “cereja do bolo”. “Se nos tornarmos campeões deste Mundial iremos igualar os feitos históricos dos mais importantes do futebol”, lembrou o polonês Robert Lewandowski.

E ele também já brilhou no Catar, tanto que marcou os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Al Ahly, do Egito, nas semifinais. O Bayern não brilhou diante do campeão africano e pareceu cansado no segundo tempo da partida, mas a sua superioridade o coloca como favorito para a decisão. Ainda assim, o time sofreu uma baixa para o duelo: o zagueiro Jerome Boateng, que retornou para a Alemanha por causa do falecimento de sua ex-namorada. Com isso, a sua vaga no sistema defensivo será ocupada por Niklas Süle.

Leia mais  LSB confirma presença na Copa São Paulo

O desafiante do Bayern está animado para fazer o maior jogo da sua história. O Tigres superou o Palmeiras no último domingo, por 1 a 0, e se tornou o primeiro representante da Concacaf a se classificar para a final do Mundial de Clubes. Resultado obtido por um time que tem dominado o futebol do México, com cinco títulos nacionais conquistados nos últimos dez anos. A esperança é o atacante francês André Pierre Gignac, autor do gol, de pênalti, diante do Palmeiras, e dos dois sobre o Ulsan Hyundai, o campeão asiático, na fase anterior.

As brasileiras Edina Alves Batista e Neuza Back foram escaladas como quarta árbitra e auxiliar reserva, respectivamente, da decisão do Mundial, a ser disputada no Estádio Education City, em Al Rayyan. Esteban Ostojich (Fifa/Uruguai) será o árbitro. (Estadão Conteúdo)

Comentários