Esporte

Athletico-PR marca no fim, bate Atlético-GO e ainda briga por Libertadores

Vitória veio com gol marcado pelo zagueiro Thiago Heleno, já nos acréscimos
Thiago Heleno, do Athletico Paranaense, comemora seu gol, marcado diante do Atlético Goianiense Crédito da foto: Vinicius do Prado / Agência F8 / Estadão Conteúdo

 

O Athletico-PR não fez uma boa partida neste domingo (14) na Arena da Baixada, mas o gol marcado pelo zagueiro Thiago Heleno já nos acréscimos deu a vitória sobre o Atlético-GO, por 2 a 1, e manteve vivo o sonho da classificação para a próxima edição da Copa Libertadores.

A partida válida pela 36ª rodada do Brasileirão foi um confronto direto. O Athletico-PR chegou aos 50 pontos, passou o Santos no número de vitórias (14 a 13) e pulou para o oitavo lugar – o time paulista tem um jogo a menos. Já o Atlético-GO estacionou nos 46 pontos e, na 13ª colocação, vai ter que se contentar com uma vaga na Copa Sul-Americana.

Só a vitória interessava aos dois times para a manutenção do sonho de disputar a Libertadores. Até por isso que a partida começou movimentada. O Athletico-PR tinha mais posse de bola, mas o Atlético-GO chegava com mais perigo.

Leia mais  Pietro Fittipaldi correrá na Indy

Aos 14 minutos, após escanteio cobrado, Chico ficou com a sobra e finalizou rente a trave de Santos. Na sequência, o goleiro trabalhou em finalização de Wellington Rato. A resposta do Athletico-PR veio em chute de Carlos Eduardo.

Nos minutos finais, o time paranaense esboçou uma pressão no Athletico-PR e assustou em cabeçada de Pedro Henrique por cima do travessão. Aos 49, o Atletico-GO teve uma falta perigosa, mas o goleiro Jean mandou para fora.

O visitante voltou do intervalo em cima do rival. Logo aos 40 segundos, Wellington Rato soltou a bomba de fora da área e Santos espalmou. Na cobrança de escanteio, Dudu cruzou e Janderson cabeceou pela linha de fundo.

Na melhor oportunidade até então, Chico, de frente para o gol, mandou para fora. E o castigo pelas chances desperdiçadas veio aos 17 minutos. Abner Vinícius recebeu lançamento de Thiago Heleno e ajeitou para Vitinho, que finalizou de fora da área no canto de Jean.

Leia mais  Ala de 16 anos enfrentará a Ponte

A alegria, porém, durou apenas oito minutos. Janderson cruzou e Roberson, que havia acabado de entrar, cabeceou para o gol. A bola ainda bateu no travessão e no goleiro Santos antes de entrar nas redes.

O time paranaense sentiu o gol de empate e quase sofreu a virada aos 40 minutos. Wellington Rato cobrou falta para dentro da área e Marlon Freitas chegou um pouco atrasado. Em lance parecido, o time paranaense assustou com Carlos Eduardo.

Quando parecia que o jogo terminaria empatado, o Athletico-PR marcou o gol da vitória aos 46 minutos. Nikão cruzou e o zagueiro Thiago Heleno cabeceou com força, sem chances para Jean

Pela penúltima rodada, o Athletico-PR encara o Grêmio, no próximo domingo, às 18h15, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, e o Atlético-GO tem pela frente o Palmeiras, às 18 horas da segunda-feira, no Allianz Parque, em São Paulo.

Leia mais  Não tem nada ganho

FICHA TÉCNICA:

ATHLETICO-PR 2 x 1 ATLÉTICO-GO

ATHLETICO-PR – Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner Vinícius; Richard, Léo Cittadini, Carlos Eduardo (Zé Ivaldo), Vitinho (Walter) e Nikão; Renato Kayzer (Jadson). Técnico: Paulo Autuori.

ATLÉTICO-GO – Jean; Dudu, Oliveira, Éder e Natanael (Arnaldo); Willian Maranhão (Baralhas), Marlon Freitas, Janderson (Vitor), Chico (Roberson) e Wellington Rato; Zé Roberto (Danilo Gomes). Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS – Vitinho, aos 17, Roberson, aos 25, e Thiago Heleno, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Abner Vinícius, Jonathan e Richard (Athletico-PR); Chico (Atlético-GO).

ÁRBITRO – Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR). (Estadão Conteúdo)

Comentários