Esporte

Após Lorenzo ‘derrubar’ Rossi, Dovizioso e Viñales, Márquez vence em Barcelona

Este foi o quarto triunfo do piloto espanhol da Honda em sete provas disputadas no ano
Este foi o quarto triunfo do piloto espanhol da Honda em sete provas disputadas no ano. Crédito da foto: AFP.

Um acidente que envolveu Jorge Lorenzo, Valentino Rossi, Andrea Dovizioso e Maverick Viñales facilitou o trabalho de Marc Márquez para vencer, neste domingo, a etapa da Espanha de MotoGP, no circuito de Montmeló, nos arredores de Barcelona. Este foi o quarto triunfo do piloto espanhol da Honda em sete provas disputadas no ano. Ele soma 48 triunfos na MotoGP e 74 na carreira.

Um dos destaques da corrida foi o francês Fabio Quartararo, que largou na pole position, travou excelente briga com o italiano Danilo Petrucci e o espanhol Alex Rins para acabar na segunda colocação. O piloto da Yamaha SRT, estreante na categoria e grande revelação da temporada, passou por uma operação no antebraço há 12 dias.

Dovizioso teve uma bela largada e pulou da quinta para a primeira posição, seguido por Márquez. Lorenzo também surpreendeu ao subir para o quarto lugar, após ser décimo no grid. Rossi surgiu em sexto.

Mas na segunda volta, na curva dez, Lorenzo tentou ultrapassar Viñales e caiu, levando Rossi, Dovizioso e o próprio espanhol para fora da prova. Os pilotos envolvidos no acidente reclamaram muito do competidor da Honda, que vem tendo uma temporada muito ruim – é o 15º colocado na classificação do campeonato.

Com isso, Márquez assumiu a liderança, tendo Petrucci em segundo, Quartararo em terceiro, Rins em quarto e Jack Miller na quinta posição. Em um ritmo forte, Márquez passou a fazer em sequência voltas mais rápidas e em cinco passagens já tinha três segundos de vantagem na liderança. Com o espanhol na frente, a disputa entre Petrucci, Rins e Quartararo passou a ser o grande atrativo da prova.

Com nove voltas para acabar a corrida, Márquez já tinha 5s2 de vantagem, enquanto Petrucci e Rins disputavam palmo a palmo o segundo lugar. O italiano da Ducati chegou atingir 341,5 km/h na reta principal para pegar a vice-liderança.

A sete voltas do fim, Rins forçou sobre Petrucci e errou, quase caindo. Quartararo aproveitou e também passou por Petrucci, assustado com a manobra de Rins, que foi para o sétimo lugar. Márquez “passeou” até o fim e festejou muito com sua equipe, ao passar na linha de chegada. Quartararo, Petrucci, Rins e Miller vieram na sequência.

Márquez lidera o Mundial com 140 pontos, seguido por Dovizioso, com 103, e Rins, com 101. A próxima etapa da temporada da MotoGP, a oitava corrida do ano, está prevista para dia 30, na Holanda, no circuito de Assen. (Agência Estado)

Comentários
Assuntos