Esporte

Agência russa não vai recorrer de sanções

A agência russa tinha a opção de entrar com um recurso junto à Suprema Corte da Suíça

A Agência Antidoping da Rússia (Rusada, na sigla em inglês) confirmou ontem (25) que não vai entrar com um recurso para afrouxar ainda mais as restrições às equipes nacionais nos Jogos Olímpicos e em outros grandes eventos esportivos por dois anos.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) decidiu no mês passado que o nome da Rússia, a bandeira e o hino estão barrados nas próximas edições dos Jogos Olímpicos de Verão, em Tóquio, e de Inverno, em Pequim, após a Agência Mundial Antidoping (Wada) apontar que os dados sobre o uso de substâncias proibidas no país foram manipulados.

A agência russa tinha a opção de entrar com um recurso junto à Suprema Corte da Suíça. Mas disse que apesar de considerar “falha e unilateral” a decisão de que os dados de doping de Moscou foram modificados, ficou satisfeita que a CAS tenha rejeitado as sanções mais duras propostas pela Wada. “A Rusada considera que este capítulo já foi encerrado e está procurando olhar para a frente”. (Estadão Conteúdo)

Comentários