Esporte

A caminho da América

Santos vence Corinthians e segue na briga pela volta à Libertadores
A caminho da América
Soteldo atuou apenas 17 minutos, mas mudou o jogo ao criar lance do gol. Crédito da foto: Ivan Storti / Santos FC (17/2/2021)

O baixinho Soteldo ficou apenas 17 minutos em campo ontem (17). Foi o suficiente para dar graça a um jogo chato e levar o Santos à vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, na Vila Belmiro. O resultado deixa o Peixe próximo de vaga na Libertadores e praticamente acaba com as chances do rival. A equipe de Cuca chegou a 53 pontos, em oitavo lugar na tabela do Campeonato Brasileiro. O time de Vagner Mancini é o 10º, com 49. O Athletico-PR (nono, com 50) também briga.

O primeiro tempo esteve longe do nível técnico que se espera de um clássico. O jogo foi amarrado, com muitos erros de passes e pouca criatividade. Até a interrupção da partida por queda de energia que apagou boa parte dos refletores do estádio, aos 12 minutos, o Corinthians jogava melhor. Aos dois minutos, Mateus Vital chutou de fora da área e João Paulo espalmou. Três minutos depois, Mosquito recebeu em velocidade pelo lado direito, mas, ao entrar na área, perdeu tempo e permitiu que a zaga santista cortasse, evitando o chute.

Leia mais  Tricolor pega a Inter em Limeira

A parada de 16 minutos por causa da falha na iluminação atrapalhou tecnicamente o jogo. Na retomada, praticamente nada de aproveitável se viu exceto uma cabeçada fraca de Luiz Felipe, que Cássio defendeu sem problemas.

O Santos voltou com Soteldo, que estava sendo poupado, no lugar de Ivonei. E o venezuelano mudou a partida. Primeiro, criou boa chance ao receber em velocidade — em posição duvidosa –, penetrar e chutar duas vezes: Cássio rebateu a primeira conclusão e Fábio Santos desviou a segunda. Depois, teve participação decisiva no gol do Santos, ao chutar da entrada da área e obrigar Cássio a espalmar. Marinho pegou o rebote e tocou para Marcos Leonardo, com o gol livre, marcar, aos nove minutos.

Mancini mexeu no time, colocando Cazares e Otero nos lugares de Araos e Mosquito. Na sequência, tirou Léo Natel e colocou Jô. Aos 17’ minutos, Soteldo voltou a sentir dores musculares e deixou o campo. Mas já havia dado ao Peixe a vantagem. E como o Corinthians não conseguia articular jogadas nem fazer cruzamentos para Jô, o Santos ficou confortável no jogo. Preocupou-se até o fim em segurar o adversário e a vitória. (Almir Leite – Estadão Conteúdo)

Leia mais  Mercedes apresenta novo carro, o W12, para a Fórmula 1

SANTOS 1 x 0 CORINTHIANS

Santos – João Paulo; Pará, Luan Peres, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Alison, Sandry (Vinícius Balieiro) e Ivonei (Soteldo, depois Jean Mota); Marinho (Madson), Marcos Leonardo (Bruno Marques) e Lucas Braga. Técnico: Cuca

Corinthians – Cássio; Michel Macedo (Gabriel Pereira), Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo, Araos (Cazares) e Vital (Ramiro); Gustavo Silva (Otero) e Léo Natel (Jô). Técnico: Vagner Mancini

Gol – Marcos Leonardo, aos 9 minutos do 2º tempo

Árbitro – Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Local – Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Comentários