Esporte

7 x 1: Brady ensina Mahomes e conquista sétimo Super Bowl da carreira

Tampa Bay Buccaneers conquistou seu segundo campeonato da NFL
Tom Brady, 43 anos, foi um dos destaques da noite de título para o Tampa Bay Buccanners. Foto: Tampa Bay/Divulgação.

Tom Brady, 43 anos, conquistou, na noite do último domingo (7), o sétimo Super Bowl de sua carreira, o primeiro sendo quarterback do Tampa Bay Buccaneers. Ele, sozinho, tem mais títulos desse tipo do que qualquer outra franquia da NFL, na história.

No Raymond James Stadium de Tampa (EUA), ele liderou a vitória massacrante de 31 a 9 em cima do Kansas City Chiefs, do “aprendiz” Patrick Mahomes, de 25 anos. Na carreira, o QB tem “apenas” um Super Bowl conquistado até agora. Ontem, esteve sumido e fez uma das piores atuações de sua carreira, sem passes para touchdown e interceptado duas vezes.

Por outro lado, Brady foi determinante para a vitória dos Bucs, com três touchdowns. Destaque também para seu parceiro e amigo, o tight end Rob Gronkowski, e a consolidada defesa da equipe. Até mesmo o New England Patriots, seu antigo time, deu os parabéns para “o melhor de todos os tempos”, em referência ao camisa 12. Por fim, Brady ainda recebeu o prêmio de Jogador Mais Valioso (MVP) da decisão pela quinta vez.

Leia mais  CR7 apagado vê Juventus perder do Porto

Com os resultados obtidos, o “Giselo” (o astro é casado com a modelo brasileira Gisele Bündchen) desembolsou um bônus adicional de 500 mil dólares (cerca de R$ 2,6 milhões) e outras bonificações, o que lhe garantiram um total de R$ 39 milhões pelo título dos Bucs.

Tom Brady saiu dos Patriots na temporada passada após 20 anos com o objetivo de provar que é um QB para além da franquia. Conseguiu: o Tampa Bay não chegava aos playoffs desde 2007 e não chegava ao Super Bowl desde 2003, quando foi campeão pela primeira e então única vez. (Marina Bufon)

Comentários