Eleições 2020 Sorocaba e Região

Votação do primeiro turno das eleições municipais é neste domingo (15)

Eleitores deverão usar máscara e higienizar as mãos com álcool em gel antes e depois de votar
Votação do primeiro turno das eleições municipais é neste domingo (15)
Votação será das 7h às 17h. Até às 10h, preferencialmente, para as pessoas com mais de 60 anos. Crédito da foto: Vinicius Fonseca (11/11/2020)

Neste domingo (15), acontece o primeiro turno das eleições municipais de 2020. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), além das medidas já tradicionais, adotou uma série de procedimentos para a realização do pleito, levando em consideração a pandemia do novo coronavírus. Há ainda orientações para os eleitores.

Consulte no portal do Cruzeiro do Sul os locais de votação de Sorocaba clicando aqui.

Votação

Nessas eleições municipais o voto irá apenas para dois candidatos, a memorização dos números pode ser mais fácil, mas não impede que o eleitor possa levar sua “colinha”.

A primeira escolha é o número do vereador, que contém cinco dígitos; o segundo voto vai para o candidato a prefeito, mas, nesse caso, o número possui dois dígitos.

No site do TSE (www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2020/simulador-de-votacao), é possível fazer uma simulação de voto na urna eletrônica. O “treino” dura menos de um minuto.

Local de votação

É possível saber o local de votação no site do TSE (www.tse.jus.br/eleitor/titulo-e-local-de-votacao/consulta-por-nome).

Precisa ter em mãos ou memorizados o nome completo do eleitor, CPF ou Título de Eleitor. Dessa forma, é preciso digitar a data de nascimento, e, em alguns casos, o nome da mãe.

Leia mais  Gato tem duas patas cortadas por facão em Sorocaba

A lista dos locais de votação de Sorocaba, por endereço e seção, você os encontrará aqui no portal Cruzeiro do Sul.

Horário de votação

Horário: das 7h às 17h. Quem estiver na fila às 17h poderá votar, mesmo que só chegue à urna depois do horário. No entanto, pessoas com 60 anos ou mais, o horário entre 7h e 10h é o preferencial nestas eleições municipais.

Medidas sanitárias

Para o pleito, o TSE instituiu protocolos sanitários a fim de proteger a saúde de eleitores, candidatos, agentes da Justiça Eleitoral e demais profissionais.

Conforme o protocolo, todas as seções eleitorais terão álcool em gel para limpeza das mãos dos eleitores, antes e depois da votação, e os mesários receberão máscaras, face shield (protetor facial) e álcool em gel para proteção individual.

Antes de sair de casa para votar, o eleitor deve verificar seu local de votação, já que algumas seções eleitorais foram alteradas.

Essa checagem pode ser feita por meio do aplicativo e-Título, na opção onde votar, ou pelo portal do TSE.

Leia mais  Detran isentará vans escolares da taxa de vistoria semestral

Além da máscara, se possível, cada eleitor deve levar sua própria caneta para assinar o caderno de votação e levar anotados os nomes e números dos candidatos (a “cola eleitoral”) para votar o mais rápido possível.

A Justiça Eleitoral orienta que, de preferência, o eleitor não leve crianças nem acompanhantes para o local de votação.

Ao entrar em sua seção eleitoral, o eleitor deverá ficar em frente à mesa respeitando a distância de pelo menos um metro.

O eleitor deverá exibir seu documento ao mesário a distância, esticando os braços em direção a ele.

Nos locais de votação, o uso de máscara será obrigatório, e o eleitor deverá manter uma distância mínima de um metro de outras pessoas e evitar qualquer contato físico.

Não será permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer atividade que exija a retirada da máscara.

Leia mais  Vacinados 3 mil idosos de 85 anos ou mais

Devem ficar em casa

O TSE ainda determina que eleitores ou mesários que estiverem com febre no dia da votação ou que tenham testado positivo para a Covid-19 nos últimos 14 dias anteriores à data da eleição deverão ficar em casa.

No caso dos eleitores, é possível justificar a falta por esse motivo.

Já os mesários precisam comunicar imediatamente sua zona eleitoral para que seja providenciada sua substituição.

O voto não é obrigatório para os analfabetos, os maiores de 70 anos, nem para os maiores de 16 e menores de 18 anos.

Contudo, aqueles obrigados a participarem desta eleição, caso esteja fora da cidade em que vota, o eleitor tem até 60 dias após cada turno da votação, para apresentar a justificativa.

Desse modo, no dia da eleição e no horário de votação, o eleitor poderá apresentá-la, pessoalmente ou pelo aplicativo e-Título, disponibilizado pelo TSE. (Da Redação)

Comentários