Economia

SP terá programa de contingenciamento após previsão de queda em arrecadação

A previsão de arrecadação no ICMS projeta uma queda de R$ 9,7 bilhões pelos próximos três meses, segundo o vice-governador
Anúncio foi realizado nesta terça-feira (14), pelo governador João Doria. Crédito da foto: Governo do Estado de São Paulo

 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta terça-feira (14) que o Estado irá implementar um programa de contingenciamento para a superação da crise causada pelo novo coronavírus. Segundo o vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia (DEM), a previsão de arrecadação no ICMS projeta uma queda de R$ 9,7 bilhões pelos próximos três meses.

De acordo com Garcia, o governo calcula uma redução de 6% da atividade econômica, de 30% nas importações e um aumento de 5% na inadimplência, durante o mês de abril.

“Essa estimativa para o mês de maio é hoje impossível de ser feita com precisão, mas nós sabemos que cairá mais a atividade econômica, a inadimplência se mantém e talvez (haja) uma pequena recuperação no mês”, informou Garcia. “Tudo isso projetado para a nossa realidade dá uma perda total de arrecadação de quase R$ 10 bilhões (em três meses)”, completou.

Para este mês, Garcia afirmou que o governo calcula uma despesa de R$ 12,7 bilhões por mês e uma arrecadação de R$ 9,9 bilhões, o que resultaria em déficit de R$ 2,8 bilhões.

O governo de São Paulo publicou no período da manhã dois decretos que tratam do custeio da máquina pública e do funcionalismo estadual.

Segundo o vice-governador, a meta é reduzir em 20% o custeio do Estado, ou R$ 2,3 bilhões, salvaguardadas as áreas essenciais, como Saúde e Segurança Pública. (Estadão Conteúdo)

Leia mais  Com covid-19, porcentual de famílias com dívidas sobe em abril a 66,6%, diz CNC
Comentários