fbpx
Economia

Produção industrial tem alta de 13% em junho

Produção-industrial-alta
A indústria recuperou parte das perdas com a greve de maio. Ricardo Almeida / ANPr (15/9/2015)

A produção industrial subiu 13,1% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, divulgou quinta-feira (2) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio abaixo da mediana das expectativas (14,10%) dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam uma alta entre 8,70% e 17,10%.

Em relação a junho de 2017, a produção subiu 3,5% — também abaixo da mediana. Nessa comparação, sem ajuste, as estimativas variavam de um avanço de 0,90% a 7,60%, com mediana positiva de 4,60%.

Em maio, a indústria teve uma queda de 11%, prejudicada pela greve dos caminhoneiros, que se estendeu por 11 dias ao fim do mês. No ano, a indústria teve alta de 2,3%. No acumulado em 12 meses, a produção da indústria acumulou avanço de 3,2%.

Leia mais  Câmara de Iperó tem as contas rejeitadas pelo TCE

A indústria registrou crescimento na produção em 22 das 26 atividades pesquisadas na passagem de maio para junho, segundo o IBGE. Nove delas tiveram alta recorde na produção no período: alimentos, bebidas, vestuário, calçados, produtos de madeira, celulose, minerais não metálicos, móveis e máquinas e materiais elétricos. “Em linhas gerais, aquelas que recuaram em maio mostraram recuperação para esse mês (junho). Até porque o mês de maio teve uma redução muito intensa, com paralisações em plantas industriais. Então a retomada da produção para o ritmo normal é claro que levaria a um maior ritmo para esses setores e para o total da indústria”, explicou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE.

A indústria mostrou que mantém a trajetória de recuperação gradual da produção, disse Macedo. “A alta de junho não só recupera a queda de maio como deixa a indústria em patamar superior ao de abril.”

Leia mais  Consumidor deve pagar a conta da alta da tabela do frete

O gerente do IBGE ressalta que não é possível dissociar a produção industrial da demanda doméstica. A indústria tem sido beneficiada pelo avanço das exportações, mas também necessita que o mercado de trabalho caminhe favoravelmente, com menos desempregados no País. (Daniela Amorim – Estadão Conteúdo)

Comentários
Assuntos