Economia

Petróleo fecha em baixa, em meio ao avanço da Covid-19

Os dados sobre estoques divulgados ontem nos Estados Unidos tiveram pouco impacto no mercado

Os contratos futuros de petróleo fecharam em baixa ontem (22), em meio à cautela do mercado com a demanda, com sinais negativos por conta da Covid-19.

O número de casos, mortos pela doença continua aumentando, assim como as restrições para tentar impedir seu avanço, em meio a dificuldades na vacinação. Na Europa, viagens “desnecessárias” foram desaconselhadas, e há a preocupação de que a nova variante do coronavírus seja mais letal.

Os dados sobre estoques divulgados ontem nos Estados Unidos tiveram pouco impacto no mercado. A sinalização de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) está cumprindo com o acordado nos cortes da produção limitou as perdas. Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de petróleo WTI para março encerrou o dia em baixa de 0,34%, a US$ 53,13, mas com alta de 1,34% na semana.

Leia mais  Bolsonaro cogita mais 4 parcelas de R$ 250 no auxílio emergencial

Na Internacional Exchange (ICE), o barril de petróleo Brent para o mesmo mês terminou a sessão com avanço de 0,04%, a US$ 56,10, em avanço de 1,81% na comparação semanal. “As preocupações com a demanda voltaram a se concentrar no mercado de petróleo”, avalia o Commerzbank. Novos surtos surgiram na China, enquanto os casos e mortes seguem em alta na Europa e nos EUA. (Estadão Conteúdo)

Comentários