Economia

Pacote fiscal poderá atenuar crise nos EUA

Pacote fiscal poderá atenuar crise nos EUA
Presidente Joe Biden. Crédito da foto: Mandel Ngan / AFP

No mesmo dia em que o Senado americano aprovou o instrumento da reconciliação, que permite aprovação de pautas por maioria simples, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, decidiu ignorar os clamores da oposição e manteve, em seu pacote fiscal, a proposta de oferecer mais US$ 1.400 a pessoas em situação de vulnerabilidade, como forma de atenuar os impactos econômicos da crise da Covid-19.

O texto, que também traz recursos para compra de vacinas contra a Covid-19, ainda precisa ser aprovado pelo Congresso. Caso os US$ 1.400 ganhem aval do Parlamento, cidadãos elegíveis poderão receber até US$ 2.000, considerando o benefício de US$ 600 aprovado durante a gestão Donald Trump. “Vou agir rápido contra a crise e gostaria do apoio dos republicanos para isso, mas eles não estão dispostos a ir tão longe quanto eu”, declarou Biden na tarde de ontem (5), em coletiva de imprensa.

O instrumento da reconciliação permite a aprovação de pautas no Senado por maioria simples, ou 51 votos – exatamente a quantidade de votos que o governo tem na Casa, desde que nenhum aliado se posicione de forma contrária. (Estadão Conteúdo)

Comentários