Economia Exterior

ING: geração de emprego nos EUA deve acelerar nos próximos meses

Segundo o relatório, a criação de 379 mil empregos em fevereiro é apenas o início da recuperação americana
EUA confirmam mais 64,7 mil novos casos de covid-19, novo recorde diário
Estados Unidos têm recuperação do mercado de trabalho em fevereiro. Crédito da foto: Kena Betancur / Getty Images / AFP (3/4/2020)

A criação líquida de 379 mil empregos em fevereiro é apenas o início de um forte ciclo de recuperação do mercado de trabalho americano, na avaliação do ING. Em nota endereçada a clientes, o banco prevê que os Estados Unidos podem gerar 4,5 milhões de vagas este ano.

Segundo o relatório, os efeitos que contribuíram para o desempenho positivo devem continuar nos próximos meses, entre eles o relaxamento das restrições à mobilidade na Califórnia e reabertura de restaurantes em várias cidades. Com isso, a expectativa é de que o mercado de trabalho acelere ainda mais a partir de abril, à medida que o “lockdown” for retirado de vez nos Estados.

“Isso não vem sem riscos, dada a prevalência de cepas mutantes mais perigosas do vírus e o fato de estarmos muito longe da imunidade coletiva, mas é claramente a direção no momento para a economia”, explica. (André Marinho/Estadão Conteúdo)

Comentários