Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Indústria tem avanço em janeiro, mas perde ritmo

06 de Março de 2021

Indústria tem avanço em janeiro, mas perde ritmo Crédito da foto: Divulgação

A indústria brasileira engatou uma sequência de nove meses de recuperação, mas o ritmo de crescimento desacelerou em janeiro. A alta de 0,4% em relação a dezembro foi a mais branda do período de recuperação que sucedeu ao choque inicial provocado pela pandemia de Covid-19, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal divulgados ontem pelo IBGE.

O avanço também foi menos disseminado entre as atividades investigadas, alcançando apenas 11 entre as 26 que integram a pesquisa. Excluindo as indústrias extrativas do cálculo, a indústria de transformação teve um recuo de 0,1% em janeiro ante dezembro, depois de oito meses seguidos de crescimento.

Vários fatores estão por trás do dinamismo menor da indústria em janeiro, especialmente o fim do pagamento do auxílio emergencial pelo governo, avaliou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE. O pesquisador complementa que também afetaram o desempenho a escassez de matéria-prima, custos maiores de produção e o desemprego ainda elevado. (Estadão Conteúdo)