Economia

Gás de cozinha residencial sobe 5% para distribuidoras

O reajuste para o consumidor poderá ser diferente, pois o preço final é formado por custos como mão de obra e logística
GLP residencial sobe 5% para distribuidoras
Em Sorocaba, preço médio ao consumidor é de R$ 68,28. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (7/6/2017)

 

O Sindicato Nacional das Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou que a Petrobras anunciou às distribuidoras aumento do preço do GLP residencial e empresarial a partir desta terça-feira (22). O GLP residencial terá aumento entre 4,8% e 5,3% (média de 5%) e o GLP empresarial entre 2,9% e 3,2% (média de 3%).

“O preço do GLP empresarial e do GLP residencial está praticamente igual, o que é um bom sinal para o mercado”, disse o Sindigás em nota sobre uma antiga reivindicação da indústria.

 

O reajuste para o consumidor poderá ser diferente, pois o preço final é formado por custos com mão de obra, logística, impostos e margem de lucro. O último aumento de GLP praticado pela Petrobras tinha sido no dia 5 de agosto.

Em Sorocaba, a pesquisa semanal mais recente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), referente aos dias de 13 a 19 de outubro, indica que o preço do GLP residencial custava em média R$ 68,28 nas revendedoras, com preço mínimo de R$ 60 e máximo de R$ 73,40. (Estadão Conteúdo e Redação)

Comentários