Economia

Empresas de varejo relatam alta em vendas no mês de dezembro

Empresas de varejo relatam alta em vendas no mês de dezembro
Crédito da foto: Fábio Rogério (9/12/2020)

Apesar do tombo de 6,1% nas vendas do varejo restrito em dezembro ante novembro, a maior para o mês na série histórica da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada ontem (10), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a maioria das empresas do setor teve um resultado positivo no último mês de 2020. Apesar da queda no agregado, o desempenho negativo foi puxado por empresas de grande porte, que são poucas em quantidade, segundo Cristiano Santos, gerente da PMC.

Conforme o índice de difusão de empresas da PMC, 84,0% dos informantes do IBGE relataram alta no volume de vendas em dezembro ante novembro, enquanto 16,0% registraram queda. Em novembro, quando as vendas do varejo restrito caíram 0,1% ante outubro, 49,5% das empresas informantes do IBGE relataram alta nas vendas, enquanto 50,5% apontaram queda.

A PMC recolhe, todo mês, informações de uma amostra de cerca de 5 mil empresas. Essa amostra representa um universo de em torno de 42 mil firmas, segundo o IBGE.

Leia mais  Receita libera nesta quinta (25) programa da declaração do Imposto de Renda 2021

Como a larga maioria das empresas entrevistadas relatou alta nas vendas em dezembro ante novembro, o desempenho global negativo foi puxado pelas grandes varejistas. Menores em quantidade, essas companhias têm peso muito maior em termos de receitas e volume de vendas.

“Isso tem a ver com o tamanho das empresas. A maioria reportou variações positivas. No entanto, o resultado foi negativo porque grandes empresas reportaram variações negativas”, explicou Santos.

Essa concentração do desempenho negativo em dezembro é marcada também pela dinâmica das vendas de Natal, que nos últimos anos têm perdido espaço para decisões de compra antecipadas. (Estadão Conteúdo)

Comentários