Economia

Após aprovação de acordo, Arezzo será distribuidora exclusiva da marca Vans

A companhia passará a ser distribuidora exclusiva da marca Vans em todo o território brasileiro
Após aprovação de acordo, Arezzo será distribuidora exclusiva da marca Vans
O conselho de administração da Arezzo aprovou um acordo de distribuição e desenvolvimento de varejo com a Vans Inc. e sua controlada VF do Brasil. Crédito da foto: Pxhere

O conselho de administração da Arezzo aprovou, em reunião realizada na terça-feira, 1º de outubro, um acordo de distribuição e desenvolvimento de varejo com a Vans Inc. e sua controlada VF do Brasil. Pelo acordo, a companhia passará a ser distribuidora exclusiva de calçados, vestuário e acessórios da marca Vans em todo o território brasileiro.

Em fato relevante, a empresa informa também ter assinado acordo de compra de ativos com a parceira pelo qual se compromete a adquirir produtos em estoque e ativos fixos, assim como assumir direitos e obrigações no âmbito de contratos com terceiros relativos à comercialização dos produtos Vans.

O acordo de distribuição, firmado pelo prazo inicial de cinco anos, entra em vigor em 1º de janeiro de 2020, podendo ser estendido por mais dois anos caso sejam alcançadas determinadas metas operacionais e financeiras.

Pelo contrato, a Arezzo poderá abrir e operar, por conta própria, lojas da Vans; conceder a terceiros o direito de abrir e operar lojas da Vans; estabelecer relações com revendedores autorizados e operar através de websites aprovados.

Em relação à compra dos ativos Vans, a companhia informa ter assumido a obrigação de pagar cerca de R$ 50 milhões, no prazo de até 150 dias após o fechamento da operação, sendo R$ 45 milhões em capital de giro referente a estoques (em centro de distribuição e em trânsito) e o restante em ativos fixos (incluindo quatro lojas)- cujo valor final será determinado de acordo com o volume final de ativos Vans existentes na data do fechamento da operação.

O fechamento da operação de aquisição dos ativos, destaca a Arezzo, está sujeito a satisfação de determinadas condições, incluindo a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). (Fabiana Holtz – Estadão Conteúdo)

Leia mais  IPC-S cai em quatro das sete capitais pesquisadas pela FGV
Comentários

CLASSICRUZEIRO