Economia

Anunciada revitalização do sistema elétrico de Itaipu

Anunciada revitalização do sistema elétrico de Itaipu
Modernização do sistema de alta tensão levará 5 anos. Crédito da foto: Norberto Duarte / AFP / Arquivo

A Itaipu Binacional promoverá a revitalização do sistema elétrico de alta tensão construído e operado por Furnas. O processo levará cinco anos e consumirá investimento de cerca de R$ 1 bilhão, informa a assessoria de imprensa da usina. O objetivo da ação, explica a nota, é reforçar a segurança energética do sistema elétrico brasileiro, que opera há 36 anos e está no fim de sua vida útil.

A solenidade que marcará o lançamento da modernização está marcada para o dia 25 deste mês, na subestação de Furnas em Foz do Iguaçu (PR), e contará com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Ainda participarão da cerimônia: o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior; o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior; o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna; e o diretor-presidente de Furnas, Pedro Eduardo Fernandes Brito, entre outras autoridades.

O primeiro repasse a Furnas, de R$ 161 milhões, para atualização do sistema de energia do País foi feito no dia 30 de dezembro do ano passado. Os próximos passos do convênio, que já foi assinado, são a elaboração dos projetos e da licitação.

Leia mais  Senado votará PEC que destrava auxílio

“O acordo tem duração de 60 meses e contempla a modernização de equipamentos na estação conversora em Foz do Iguaçu (PR), que converte corrente alternada que vem da Itaipu em 50 Hz (500 kV) para corrente contínua (em 600 kV); duas linhas transmissão com cerca de 800 km de extensão; e uma estação inversora, em lbiúna (SP), que converte corrente contínua em corrente alternada de 60Hz”, explica o comunicado.

O sistema é responsável pela transmissão ao mercado brasileiro da energia que o Paraguai não consome, da metade da produção a que o país sócio do Brasil na usina tem direito. Operando desde 1984, juntamente com o funcionamento da primeira unidade geradora de Itaipu, a capacidade de transmissão é de 6.300 Megawatts (MW). (Estadão Conteúdo)

Comentários