Buscar no Cruzeiro

Buscar

Informação Livre

Deputado Guiga Peixoto é o novo presidente do PSC de Sorocaba

Sorocaba tem condições de eleger 4 deputados federais e de 4 a 6 deputados estaduais, desde que opte por pessoas da região

07 de Junho de 2022 às 00:01
Cruzeiro do Sul [email protected]
(Crédito: DIVULGAÇÃO)

O deputado federal Guiga Peixoto é o novo presidente do PSC de Sorocaba. Ele ocupa a vaga cedida em acordo com José Iran, que estava à frente do partido desde as eleições de 2018. O anúncio foi feito durante entrevista, ontem à tarde (6), na Cruzeiro FM 92,3. O promotor Antonio Farto Neto, pré-candidato do PSC a uma vaga na Assembleia Legislativa de São Paulo, também participou da entrevista. Farto Neto disse que a cidade tem condições de eleger 4 deputados federais e de 4 a 6 deputados estaduais, desde que o eleitor opte por pessoas da região.

Procon na praça

O Procon Móvel estará na praça Coronel Fernando Prestes, região central de Sorocaba, nesta quarta (8) e sexta-feira (10). O horário será das 9h às 13h. A superintendente do órgão, Cristiane Bonito Rodrigues, explica que a praça central é um dos pontos onde o Procon Móvel registra maior procura. “Por esse motivo, temos atendido no local, de forma mais frequente. Trata-se de um espaço com grande fluxo de pessoas”, enfatizou. O atendimento presencial também está disponível na sede do órgão municipal, na avenida Antônio Carlos Comitre, altura do nº 331, das 9h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Valor de pedágios

A licitação do lote Noroeste do programa de concessões rodoviárias do Estado de São Paulo prevê uma redução de 10% no valor do pedágio para todos os usuários. O lote abrange 600 quilômetros de rodovias das regiões de São José do Rio Preto, Araraquara, Barretos e São Carlos, incluindo a maior parte da rodovia Washington Luís (SP-310), uma das principais do Estado. O edital da licitação, que renova a concessão atual nessas rodovias e prevê investimentos de R$ 13,9 bilhões em 30 anos, foi publicado no sábado, dia 4.

Construção civil

A indústria da construção brasileira abriu 25.341 empregos em abril de 2022, em um aumento de 1,05% sobre o total do contingente empregado em março, mês em que criou 25.059 empregos; em fevereiro, foram 39.453 empregos, e em janeiro, 36.809. Em abril, a construção foi o quarto setor que gerou o maior número de postos de trabalho formais, atrás de serviços (117.007 vagas), do comércio (29.261) e da indústria (26.378.). A agropecuária fechou 1.021 vagas. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e foram divulgados nesta segunda-feira, dia 6, pelo Ministério do Trabalho e Previdência. De acordo com Odair Senra, presidente do SindusCon-SP, “o saldo positivo na criação de novos empregos demonstra que, apesar das dificuldades em relação ao aumento dos preços dos materiais, a atividade da construção segue em expansão. Mesmo assim, seguimos antevendo uma desaceleração do ritmo de elevação do nível de emprego em obras a partir do segundo semestre, em função da presente redução do volume de lançamentos de empreendimentos imobiliários.”