Cultura

Trio Terra faz homenagem a Miles Davis

Show “Apenas um gomo”, com repertório do astro do jazz, acontece nesta terça (9) na Biblioteca Infantil
Trio Terra faz homenagem a Miles Davis
O Trio Terra é formado por Sergio Grassi (guitarra), Evandro Marcolino (baixo) e Julio Guazzelli (bateria). Crédito da foto: Isabele Sales / Divulgação

A obra e o legado deixado pelo trompetista e compositor Miles Davis, ícone do jazz que revolucionou o gênero, serão celebrados pelo Trio Terra no show “Apenas um gomo”, que acontece nesta terça-feira (9) na Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury. A entrada é gratuita.

A apresentação dá sequência ao projeto Diálogo Musical, coordenado pelo músico Evandro Marcolino, que tem a proposta de revisitar a obra de grandes compositores, por meio de releituras permeadas por conversa com o público. O Trio Terra é formado por Sergio Grassi (guitarra), Evandro Marcolino (baixo) e Julio Guazzelli (bateria).

Leia mais  Concertos marcam os 27 anos da Fundec

 

A homenagem a Miles Davis (1926–1991) coincide com os vários eventos que estão sendo realizados, ao redor do mundo, para celebrar os 60 anos do álbum “Kind o blue”, considerado pela crítica especializada o mais icônico não apenas da vasta discografia do músico, mas uma obra-prima da história do jazz. Lançado em 17 de agosto de 1969, o disco reunia ainda outras lendas do jazz como o pianista Bill Evans e os saxofonistas John Coltrane e Cannonball Adderley.

“Ouvir ‘Kind of blue’ ajuda a desconstruir algumas coisas. Ao mesmo tempo que é muito simples, se comparada com as harmonias e os andamentos de outros discos dele, é muito fino, muito sofisticado, e isso marca uma nova forma de fazer música. É um som bonito e simples, e o simples é muito valoroso”, afirma Marcolino.

Trio Terra faz homenagem a Miles Davis
A homenagem a Miles Davis celebra os 60 anos do álbum “Kind o blue”. Crédito da foto: AFP / Patrick Hertzog

Segundo ele, a ideia do show era homenagear Miles por toda sua contribuição à música, já que o músico foi responsável por criar e difundir outros estilos como o bebop, o hard bop e o jazz fusion, mas foi surpreendido diante da coincidência de que quatro dos cinco temas instrumentais de “Kind of blue” estavam no repertório do trio. “Esse foi um período da vida dele que marcou muito a história do jazz”, afirma Marcolino, citando que além de músicas desse álbum, o trio fará releitura de outras composições de Miles Davis escritas no mesmo período como “Tune up”, “Nardis”, “Solar” e “Milestones”.

O baixista do trio destaca que a releitura, com formação menos tradicional no jazz (de guitarra, baixo elétrico e bateria) terá sotaque brasileiro. Segundo ele, além de toda a discografia que atesta sua genialidade como compositor e improvisador, outro importante legado de Miles é sua influência e liderança, que pode ser constatada por meio de grandes músicos passaram por sua banda como o saxofonista Wayne Shorter, o pianista Herbie Hancock, o baixista Ron Carter, além dos já citados Coltrane e Bill Evans. “Todos chegaram bem e saíram ainda melhores. Desenvolveram suas carreiras individuais e continuaram inovando e renovando o jazz”, complementa o músico. (Felipe Shikama)

Serviço

Diálogo Musical — Trio Terra em “Apenas um gomo”
Terça (9), às 20h
Biblioteca Infantil Municipal (rua da Penha, 673, no Centro)
Entrada gratuita

Comentários