Cultura

Rotary, a maior ONG do mundo

Com 34 mil clubes, entidade completa hoje 166 anos de história a serviço das comunidades onde atua
Rotary, a maior ONG do mundo
Em Sorocaba existem cinco unidades, que são homenageadas com uma praça no Alto da Boa Vista. Crédito da foto: Arquivo JCS

O Rotary Club Internacional completa 116 anos de história nesta terça-feira (23). É a maior ONG do mundo e conta com 34 mil clubes espalhados em diversos países e áreas geográficas, além de 1,2 milhão de voluntários associados.

No Brasil, atualmente, são 31 distritos, com mais de 2.413 unidades rotárias e 51.265 mil rotarianos. O País encontra-se em terceiro lugar no mundo em número de clubes e em quinto quanto aos sócios.

O clube de profissionais reúne líderes das comunidades, que fomentam alto padrão de ética e ajudam a estabelecer a paz e a boa vontade nas comunidades de todo o mundo.

Esses voluntários prestam serviços não remunerados em favor da sociedade como um todo ou, em casos específicos, de pessoas necessitadas, assim como entidades que atuam também em favor de desamparados.

As ações são voltadas para projetos e melhorias nas comunidades. Principalmente para problemas que envolvem questões de saneamento básico, educação, saúde, meio ambiente, resolução de conflitos e também o desenvolvimento e fortalecimento econômico nas comunidades.

Leia mais  Rock in Rio é adiado para setembro de 2022
Rotary, a maior ONG do mundo
O presidente do Rotary Club de Sorocaba, Galdenoro Botura Jr. Crédito da foto: Arquivo JCS

Em Sorocaba, o primeiro clube foi instalado em 29 de novembro de 1939 — o Rotary Club de Sorocaba. Seu atual presidente, Galdenoro Botura Jr., orgulha-se de fazer parte dessa imensa organização mundial que completa, hoje, 116 anos de muita ajuda a todos que dela necessitaram, e a parabeniza pelo seu aniversário.

Saúda, também, cerca de um milhão e duzentos mil companheiros, em todo o mundo, que disponibilizam seu tempo para abrirem oportunidades, e darem de si, antes de pensarem em si, ajudando a fazer um mundo melhor.

O Rotary tem participação ativa nas campanhas de conscientização de vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil), com apoio do Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) e Fundação Bill & Melinda Gates.

Rotary, a maior ONG do mundo
O governador do distrito, Sérgio Lelli. Crédito da foto: Arquivo JCS

“O clube é responsável pela logística da vacinação. Temos um grupo muito grande de voluntariado em países de grandes necessidades. Atuamos na conscientização, com apoio das secretarias e ministério da saúde” destaca o governador do distrito Sérgio Lelli.

Leia mais  Festival de Artes terá apresentações e formação gratuita

Covid

Em 2020, a organização colaborou com 18 mil testes para a detecção de Covid-19 em idosos internos de asilos, em todo o País. Os clubes foram até essas instituições, realizaram o cadastramento e fizeram as testagens, acompanhados de equipe médica. O procedimento contou com parceria das secretarias de saúde dos municípios.

Segundo Lelli, mais um clube virtual deve ser lançado em março. O e-club atende às demandas dos líderes comunitário que, nem sempre, podem comparecer presencialmente às reuniões. “O clube em plataforma on-line permite que o associado participe das reuniões de qualquer cidade, estado ou país. As ações podem ser desenvolvidas de qualquer lugar” explica o governador do distrito.

Para se vincular ao Rotary, é importante que, primeiramente, a pessoa conheça os trabalhos da ONG. Ela pode entrar em contato com algum clube para que seja indicada a fazer parte da organização. (Wilma Antunes)

Comentários