Cultura

Quadrinista Lígia Zanella lança dois livros na Biblioteca Municipal

Uma das raras publicações brasileiras no estilo “josei”, como são chamadas as histórias em quadrinhos de origem japonesa voltadas ao público adulto, “Calendar”, da ilustradora e quadrinista sorocabana Lígia Zanella, terá seu segundo volume lançado neste sábado (14), das 13h30 às 16h30, na Biblioteca Municipal (rua Ministro Coqueijo Costa, 180, no Alto da Boa Vista). A entrada é gratuita e aberta a todos os interessados. Além de “Calender 2”, Lígia aproveitará a sessão de autógrafos para lançar seu primeiro livro infantil intitulado “O reino dos vagalumes sem luz”. As duas obras estarão à venda ao valor de R$ 15 cada.

O segundo volume da trilogia “Calendar” tem como enfoque a fase de amadurecimento da protagonista Suzan, uma jovem trabalhadora e esforçada que, para ajudar a família, assume responsabilidades precocemente. Nesta edição, a heroína acaba de perder o emprego, o que a leva a procurar formas de encarar as mudanças. “A segunda edição é mais focada na transformação e no amadurecimento dela. Agora, ela começa a conhecer melhor outras pessoas e os pontos de vista sobre vários assuntos vão se ampliando”, comenta.

Leia mais  Entreatus faz workshop nesta terça (30) e oficina nesta quarta (31) no Google Meet

Lígia destaca que a protagonista foi construída com base em experiências próprias e em relatos de pessoas próximas, mas a trama, aprofundada neste segundo volume, é resultado de um longo processo de estímulo à liberdade criativa, compartilhada ao longo de um ano com um seleto grupo de amigos chamados de “leitores beta”. “Eu terminei o livro umas cinco vezes até chegar no produto final. Mandava para esses leitores beta, eles davam o feedback e, a partir das críticas e sugestões, eu readaptei a história”, detalha.

A exemplo do título de estreia, lançado em julho de 2017 e que também estará à venda no evento de hoje, o segundo volume teve a publicação financiada por dezenas fãs de várias regiões do Brasil, por meio de uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Cartase. O volume que fecha a trilogia, segundo a autora, já em fase de finalização, deverá ser lançado até o final deste ano.

Com doses de drama e comédia, “Calender” começou a ganhar forma em 2010 e foi apresentada ao mundo dois anos depois, quando Lígia decidiu publicar fragmentos do romance em sua página na internet. Responsável por todas as etapas da criação do quadrinho, desde o roteiro até a finalização, Lígia Zanella destaca que “Calender” ainda é um dos poucos quadrinhos brasileiros com temática josei, isto é, voltada ao público adulto. “O pessoal curte bastante porque não é uma história bobinha, mas [no Brasil] ainda é difícil de encontrar. Quando as pessoas que conhecem o estilo josei descobrem “Calender” os olhinhos até brilham”, diz Lígia que, na semana passada, autografou a obra em São Paulo, no Anime Friends, maior evento de anime, mangá e cultura pop da América Latina.

Leia mais  Morre aos 84 anos o cantor Agnaldo Timóteo, vítima da Covid-19

Para as crianças 

A ilustradora sorocabana também lança hoje o livro infantil “O reino dos vagalumes sem luz”. Publicado de maneira independente, a obra tem ilustrações coloridas produzidas com aquarela e nanquim e narra a história de amizade entre um reino de vagalumes e a luz. Ambas as obras também podem ser adquiridas no site da autora.

Comentários